Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

"Golpe do gerente" chega à região, mira idosos e já faz muitas vítimas


O "golpe do gerente" chega à região e já faz muitas vítimas

Um novo golpe que tem como alvo idosos chegou à região. É o chamado golpe do falso gerente, que já cria rastro de prejuízos. O alerta é da Polícia Civil, que solicitou as imagens das câmeras de segurança das agências bancárias onde as vítimas têm conta.

Neste golpe, normalmente, os idosos são contatados via telefone e o interlocutor se apresenta como gerente ou representante de alguma instituição financeira, dizendo que houve uma movimentação estranha e a conta precisa ser bloqueada.

Assim que o estelionatário ganha a confiança da vítima, passa a pedir dados pessoais, inclusive, senhas. Quando obtém sucesso, envia um motociclista para buscar o cartão bancário da vítima, dizendo que precisa inutilizá-lo. Com tudo em mãos, o criminoso vai até o banco e realiza saques ou empréstimos.

Os golpes acontecem sempre após as 13h, pois, como é próximo ao final do expediente dos bancos, dá tempo de sacar o dinheiro ou realizar o empréstimo e a vítima só toma conhecimento no dia seguinte.

VALORES

O prejuízo financeiro de cada vítima varia de R$ 3 mil a R$ 20 mil. Além disso, tudo indica que seja um único estelionatário ou quadrilha que esteja aplicando os golpes, devido à semelhança entre uma ocorrência e outra.

Muitas vezes, as informações sobre a vida dos idosos são levantadas via Internet e, depois, somente reforçadas durante a conversa por telefone.

ORIENTAÇÃO

A orientação é de que nenhum dado pessoal seja passado para desconhecidos. Quando há, de fato, alguma movimentação estranha, o banco entra em contato, porém, não solicita senhas, nem busca o cartão na casa do cliente.

Autoridades aconselham os familiares a conversarem com os idosos, tanto para não passarem dados via telefone, quanto para não abrirem a porta para desconhecidos, por exemplo. Os idosos são mais fáceis de serem ludibriados, principalmente, porque viveram em uma época em que se podia confiar nas pessoas. Agora, não dá mais.

CASO RECENTE

O caso mais recente,em Bauru se deu quando uma aposentada de 87 anos recebeu uma ligação e, do outro lado da linha, a pessoa se identificou como funcionária de sua agência bancária. Na ocasião, disse que o cartão da idosa havia sido clonado e, por isso, enviaria um motoqueiro para buscá-lo.

O interlocutor informou, ainda, que a vítima teria de procurar a gerência do banco pessoalmente, mas só no dia seguinte. Dito e feito. Quando a idosa chegou à instituição financeira, descobriu que foram feitos diversos saques, pagamentos e, até mesmo, um empréstimo de antecipação do 13.º salário.

Casal até suspeitou do golpe, mas, mesmo assim, perdeu R$ 1.650,00

Ele, de 72 anos, e ela, de 66. Há duas semanas, o casal, cuja identidade será preservada por questões de segurança, foi vítima do “golpe do falso gerente” e perdeu R$ 1.650,00. Na ocasião, uma mulher, que dizia se chamar Vanessa, ligou dizendo que trabalhava no banco onde o homem possuía conta e que alguém havia feito uma compra de R$ 1.450,00 com seu cartão. “No ano anterior, quebraram a janela do carro do meu marido e levaram alguns documentos, fato que reforçou essa ideia”, explica a mulher.

A interlocutora, então, revelou a intenção de confirmar os dados pessoais do homem, com o objetivo de cancelar o cartão bancário. “Nós pensamos que poderia ser um golpe, mas ela sabia dos quatro endereços que já tivemos, além dos nossos e-mails e telefones”, acrescenta.

Logo, ganhou a confiança do casal e pediu para que eles escrevessem uma carta, com todos os dados, solicitando o cancelamento da conta. Em seguida, ela enviou um motociclista até a casa das vítimas para recolher o documento e, claro,o cartão bancário.Uma hora depois, os idosos receberam outra ligação, desta vez, da verdadeira gerente do banco. Ela informou que alguém pediu um empréstimo de R$ 10 mil, mas suspeitou da situação e decidiu entrar em contato com o cliente. Porém, o golpista já havia sacado R$ 200,00 e feito uma compra de R$ 1.450,00 antes que a vítima, de fato, tivesse feito o bloqueio do cartão. Agora, a agência ficou de ressarcir o casal.

o cartão bancário.

Uma hora depois, os idosos receberam outra ligação, desta vez, da verdadeira gerente do banco. Ela informou que alguém pediu um empréstimo de R$ 10 mil, mas suspeitou da situação e decidiu entrar em contato com o cliente. Porém, o golpista já havia sacado R$ 200,00 e feito uma compra de R$ 1.450,00 antes que a vítima, de fato, tivesse feito o bloqueio do cartão.

#golpedogerentepoliciacivilmarilia

1 visualização0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
whatsapp-logo-vector.png
Chama no Zap!

© 2017 por "JP. Povo

Anuncie aqui!!!
14 99797-5612