Buscar
  • Da redação

Festa de pedreiro com amigos e som alto dá flagrante de "gatos" e condenação


O pedreiro e eletricista Luciano José dos Santos resolveu fazer uma festa com amigos em sua casa. Como o som estava muito alto, vizinhos resolveram acionar a Polícia Militar. Ao chegar no local, os policiais constataram que o som realmente estava bem alto. Além disso, verificaram que havia "gatos" nas ligações de água e energia elétrica da casa. O prejuízo ao Daem foi de R$ 1.505,61. Já os danos à CPFL não foram apurados.

Conduzido à CPJ (Central de Polícia Judiciária) o pedreiro confessou que, por experiência em suas profissões, realizou os "gatos", pois a casa era de sua mãe e, após um incêndio, os bombeiros cortaram a energia e deixaram os fios enrolados em um postinho no local.

Como foi morar sozinho na casa, ele "puxou os fios" para dentro do imóvel. Relatou ainda que quando foi morar na casa, não havia mais o hidrômetro de água. Policiais que atenderam a ocorrência de perturbação do sossego confirmaram que no local havia uma caixa de som ligada em alto volume e uma piscina inflável cheia de água.

Esse rolo todo foi registrado no início de 2016. Em audiência na 1ª Vara Criminal do Fórum de Marília, nesta quinta-feira (3), Luciano foi condenado a 1 ano e 2 meses de reclusão pela prática dos dois furtos (água e energia elétrica). A pena foi substituída por multa de um salário mínimo (R$ 937) em favor de entidade assistencial e prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, em entidade a ser indicada pela Justiça.


3 visualizações0 comentário