Buscar
  • Da redação

Câmara suspende desconto de imposto sindical dos servidores. Prefeitura vai fazer o mesmo


Câmara já suspendeu imposto sindical dos servidores da Casa

O presidente da Câmara de Marília, Wilson Damasceno (PSDB), suspendeu a partir deste mês o recolhimento do imposto sindical dos servidores do Legislativo ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. A decisão foi tomada após "consultas jurídicas" que indicaram o desconto como ilegal. A Câmara tem cerca de 60 servidores. Não foram informados os valores que vinham sendo repassados ao Sindicato.

PREFEITURA

O secretário municipal da Fazenda, Levi Gomes, disse nesta segunda-feira (21) que os descontos do imposto sindical dos servidores da Prefeitura serão suspensos a partir do próximo ano. "Em novembro será regulamentada uma lei nesse sentido", justificou. "A partir de então, o servidor que quiser que seja feito o desconto, terá que comparecer ao departamento pessoal e fazer um pedido nesse sentido", explicou o secretário.

PODER SER ALTERADO O sindicalista Mauro Cirino disse que ao JP que essas questões estão relacionadas à nova reforma trabalhista. "Já está previsto, ou seja, não sera mais imposto e passara a ser facultativo, nada mais que isso. Não é uma iniciativa deles Câmara ou prefeitura e sim do Governo Federal", afirmou Cirino. Ele ressaltou que "tudo isso ainda pode ser alterado até novembro, que de fato será quando as mudanças serão implantadas".


0 visualização0 comentário