Buscar
  • Da redação

Camarinha realizou encontro de diretores do Complexo Famema com o secretário estadual da Saúde: nova


REUNIÃO EM SÃO PAULO: O diretor-geral do Complexo Famema, Valdeir Fagundes de Queiroz, a superintendente do Hospital das Clínicas, Paloma Nunes, a coordenadora do Núcleo de Apoio à Comunidade, Sônia Custódio e o deputado Camarinha com o secretário David Uip

Esta semana, o deputado Abelardo Camarinha (PSB) intermediou uma reunião entre a diretoria do Complexo Famema (Faculdade de Medicina de Marília) e do Hospital das Clínicas, com o secretário estadual da Saúde, David Uip.

No encontro, em São Paulo, foram discutidos novos investimentos no Complexo Famema e agilizou a liberação de recursos nesse sentido, bem como a regularização funcional dos cerca de 2.400 funcionários da instituição. este ano, Camarinha consolidou a entrega das obras de reformas e ampliações do Hospital das Clínicas,que atende, além de Marília, outros 62 municípios da região, com uma população estimada em cerca de 1 milhão de habitantes. A lutra do parlamentar por essas conquistas vêm desde que ele assumiu o mandato, em 2014. "Eu digo que somente essa conquista, pela sua importância e alcance social, já valeu o meu mandato", disse Camarinha.

EXEMPLO DE COMPETÊNCIA

Deputado Camarinha e Vinícius com diretores do Complexo Famema na entrega das obras do Hospital das Clínicas

As obras entregues colocam o Hospital das Clínicas como um dos melhores e mais bem equipados do Estado, aprimorando e humanizando o atendimento de centenas de milhares de pacientes pelo SUS”, disse Camarinha. Ele lembrou que, enquanto grande parte das cidades brasileiras vêm reduzindo leitos do SUS e fechando hospitais, o Hospital das Clínicas de Marília dá exemplo de competência e avança na melhoria da qualidade dos atendimentos. “O que vemos pelo país afora são enormes filas, pacientes sofrendo e “internados” sobre macas, enfim um triste caos no sistema de saúde pública. Mas em Marília, no setor que compete ao Estado, felizmente vemos mais essas importantes conquistas, graças ao trabalho, dedicação e empenho do governador Alckmin”, disse Camarinha. O complexo é formado pelos hospitais de Clínicas, Materno Infantil, São Francisco, Hemocentro, Centro de Reabilitação Lucy Montoro, Ambulatório de Especialidades “Mário Covas” e Faculdade de Medicina e Enfermagem de Marília.

O parlamentar fez visitas periódicas às obras durante os trabalhos, que começaram em 2014. Esta semana, ele esteve acompanhado, entre outras pessoas, da superintendente do Complexo Hospital das Clínicas/Famema, Paloma Libânio Nunes, da diretora do Nuac (Núcleo de Apoio à Comunidade), Soninha Custódio e do diretor do Pronto Socorro, Renato Augusto Tambelli.

OUTRAS CONQUISTAS HISTÓRICAS

Camarinha também foi responsável pela histórica conquista da estadualização da Famema (Faculdade de Medicina e Enfermagem de Marília), no governo Fleury e a partir desse processo os estudantes não precisaram mais pagar mensalidades. Outra grande conquista foi concretizada em 2014, com a autarquização do Complexo Famema, processo através do qual os funcionários do sistema passaram a integrar a folha de pagamento do Governo do Estado. No mesmo ano foi inaugurado o Centro de Reabilitação Lucy Montoro, anexo ao HC.

REFERÊNCIA NO ESTADO

Esta primeira etapa das obras de reforma a ampliação do Hospital das Clínicas traz mais conforto para os pacientes, corpo clínico e funcionários, com redução no tempo de espera de atendimento.

Outras duas etapas de expansão devem ser concluídas nos próximos meses, com entrega de outros andares dos braços da Ala C do Hospital das Clínicas, com nova Unidade de Diagnóstico por Imagem, mais leitos de enfermaria e uma nova UTI.

Com a conclusão do projeto de reforma e modernização do Hospital das Clínicas, a ampliação do número de leitos na unidade passa de 107 para 222.

As obras englobam modernização de quatro andares da Ala C do Hospital das Clínicas. O novo Pronto-Socorro ocupará dois braços do andar térreo, com Unidade Emergencial Referenciada em Urgência e Emergência, composta por 12 consultórios, duas salas de sutura e unidade de estabilização com dez leitos dotados de respiradores e monitores e isolamento para doenças infectocontagiosas e ampla sala de medicação. O setor de Imagem será interligado à Ressonância Magnética.

No 1º andar, Ala Clínico-Cirúrgica passa de 18 para 35 leitos. No 2º andar, ficará a Ala de Cuidados Intermediários para atendimento a pacientes com coronariopatia e acidente vascular cerebral. Serão 26 leitos, incluindo quatro para isolamento. Com essas obras, o Hospital das Clínicas de Marília se consolida como referência em qualidade de atendimento em média e alta complexidade no Estado.


3 visualizações0 comentário