Buscar
  • Da redação

Acidente com animal mata o médico veterinário José Carlos Batista. Ele perdeu a esposa há um mês em


O médico veterinário José Carlos Batista, de 50 anos, morreu na manhã desta quinta-feira (21) após ser arrastado por um cavalo em uma propriedade rural na cidade de Cafelândia. As circunstâncias do acidente estão sendo apuradas, mas segundo apurou o JP, o veterinário estava montado em um cavalo e tentava laçar um bezerro, momento em que uma vaca investiu contra o cavalo. O cavalo saiu em disparada. José Carlos caiu e foi arrastado por uma longa distância.

Ele era marido da funcionária pública Neusa Batista Félix Batista, que faleceu em um acidente de trânsito na Zona Sul, no último dia 18 de agosto, após a caminhonete do veterinário ser atingida violentamente por um veículo que fugia de Uma perseguição policial a contrabandistas. O corpo de José Carlos será velado no Salão Nobre do Velório Municipal. O casal deixou duas filhas.

ACIDENTE

O acidente com o casal aconteceu na Zona Sul de Marília, na noite de sexta-feira (18 de agosto), causou uma violenta batida e grandes estragos materiais,além de uma vítima fatal. Por volta das 20h30, viaturas da Polícia Rodoviária fizeram plantão na SP-333,imediações do Campus Universitário, a espera de três veículos que passariam pelo referido trecho com carregamentos de cigarros contrabandeados.

Neusa, esposa de José Carlos, morreu há um mês em acidente em que ele ficou ferido, na Zona Sul

Ao avistarem os carros, os policiais iniciaram uma perseguição. Solicitaram apoio à Polícia Militar, já que um dos veículos fugitivos, Um Hyundai, adentrou o perímetro urbano, pela Vila Hípica.

Em alta velocidade, no cruzamento das Ruas João Francisco Caires com a Benedito Mendes Faria, o condutor do Hyundai atingiu violentamente uma caminhonete F-250, conduzida pelo médico veterinário José Carlos Batista, 50 anos, que estava acompanhado de sua esposa, a funcionária pública estadual Neusa Barreto Félix Batista, 52 anos.

Com o impacto, a mulher foi jogada para fora do veículo e sofreu graves ferimentos, com traumatismos. Foi socorrida pelo Resgate ao Hospital das Clínicas, onde faleceu por volta das 23h.

Após bater na caminhonete, o motorista do Hyundai perdeu o controle e atingiu outros pelo menos outros sete veículos (entre eles uma motocicleta Honda CBX 250, um Astra, um Pálio,um Golf e uma Montana) que estavam estacionados nas imediações e atingiu um bar existente no cruzamento. O motorista do carro que causou o acidente conseguiu fugir a pé. Ele trajava roupas escuras e tinha os cabelos tingidos. O carro é produto de furto, com placas de São Paulo e em seu interior policiais localizaram 68 caixas de cigarros contrabandeados.

Outros dois veículos que faziam parte do "comboio" de contrabandistas, conseguiram fugir pela Rodovia SP-294, no sentido Bauru, sendo um Fiat Mille de Londrina (PR) e um Gol, de Cafeara (PR).


28 visualizações0 comentário