Buscar
  • Da redação

Água "oleosa" e ônibus lotados irritam moradores de núcleos em Padre Nóbrega


Água "oleosa" e ônibus lotados irritam moradores de núcleos habitacionais em Padre Nóbrega:

"Um sofrimento que não aguentamos mais", reclama Ana Paula

Moradores dos bairros Montana e Maracá, no Distrito de Padre Nóbrega, estão revoltados com problemas de água "oleosa" e deficiência no transporte coletivo urbano. Sobre a água, os moradores estão recebendo o líquido com coloração "amarelada e oleosa", com fragmentos semelhantes a grãos de arroz que acabam entupindo os canos e chuveiros, queimando resistências e provocando mau cheiro.

"Não dá pra beber a água desse jeito e quando a gente toma banho fica com o corpo oleoso. O problema tá queimando até as resistências. Pra beber, tenho que pegar a bicicleta e buscar água em Padre Nóbrega", reclama o autônomo Luiz Carlos Vieira Lopes, que mora no Núcleo Maracá com a esposa e dois filhos menores.

Sobre o ônibus, as reclamações são que os ônibus da Sorriso circulam lotados. "Falta colocar mais ônibus, só isso, porque anda tudo lotado. Não dá dois ou três ônibus para cetenas de pessoas que moram nos núcleos aqui em Nóbrega. Um sofrimento que não aguentamos mais", reclama a secretária Ana Paula Gomes. Ela disse que a espera por ônibus chega a até duas horas.

Em relação a água, o Daem informou que está averiguando a questão e buscando uma "solução emergencial". A assessoria da AMTU (que engloba a empresa Sorriso) ainda não se manifestou sobre as reclamações.


0 visualização0 comentário