Buscar
  • Da redação

Sindicâncias vão apurar diversos furtos em órgãos da Prefeitura


Após furtos de computadores, prédio da Prefeitura recebeu instalação de câmeras de monitoramento

A onda de furtos em órgãos da Prefeitura de Marília vem gerando a abertura de diversas sindicâncias para apurar responsabilidades. Esta semana, já são três processos desta natureza. Uma Sindicância vai apurar o furto de envelopes com dinheiro na Emei "Leda Casadei", na Zona Norte. O dinheiro, cujo montante não foi revelado, era proveniente de arrecadação em evento promovido pela escola. Os envelopes estavam em um armário na secretaria do estabelecimento. Outro caso de furto de envelopes com dinheiro de evento aconteceu na Emei-Creche Favo de Mel, tambérm na Zona Norte. Levaram R$ 502 em dinheiro.

Outra Sindicância aberta pela Corregedoria da Prefeitura vai apurar responsabilidades referentes a um furto no Poliesportivo do Distrito de Lácio. Após arrombamento do telhado, furtaram uma roçadeira costal da marca Shindaiwa e um caixa de ferramentas chaves de boca, alicate, serra e martelo.

Mais uma Sindicância foi aberta para apurar furto qualificado da fiação elétrica subterrânea no Parque do Povo, que está em obras, na Zona Sul.

Este ano, houve também o furto de diversos computadores num setor de fiscalização que funciona em prédio anexo ao Paço Municipal, a poucos metros do Observatório de Segurança, instalado no térreo da Prefeitura. Na semana passada, foram instaladas câmeras se segurança junto à porta principal da Prefeitura.

O cargo de Diretor do Observatório de Segurança da Prefeitura está vago desde que seu titular, Keddney Simão, foi exonerado, no final de agosto, por determinação da Promotoria Pública Estadual.


4 visualizações0 comentário