Buscar
  • Da redação

Camarinha leva denúncia de compra de R$ 4,3 milhões de carnes sem licitação ao MP


Deputado Camarinha vai protocolar representação nesta quarta-feira no Ministério Público, denunciando o não cancelamento de compra de R$ 4,3 milhões de carnes sem licitação pelo prefeito Daniel Alonso. Na foto à direita, um dos imóveis, em Cotia, apontados como sede de empresa que venderia os produtos para a Prefeitura

O deputado Abelardo Camarinha (PSB) anunciou que está entrando nesta quarta-feira (18) com representação judicial contra o prefeito Daniel Alonso (PSDB) pelo não cancelamento da compra de R$ 4,3 milhões em carnes sem licitação. "A aquisição seria junto a um frigorífico se segunda linha e com endereços suspeitos. Um deles em um apartamento em Cotia. Uma compra suspeita que resultou até em ação e apontamentos pelo Tribunal de Contas do Estado", disse Camarinha.

Ele ressaltou que para uma compra como essa seriam necessárias dezenas de câmaras frias e uma logística de transporte jamais vista na cidade. “Uma compra faraônica, extremamente suspeita, após pressão popular e do TCE, o prefeito Daniel divulgou uma pífia nota à imprensa suspendendo a compra, mas efetivamente até agora nada foi feito. Por isso, estou ingressando na Promotoria Pública em Marília e no próprio TCE com ação para que ambos tomem providência sobre essa transação duvidosa", afirmou o parlamentar.

"O valor que seria gasto, R$ 4,3 milhões, daria para comprar três mil bois", observou. Camarinha disse ainda que o prefeito Daniel deveria era usar esse valor em investimentos reais, como a perfuração de três ou quatro poços, que beneficiariam a coletividade e poderiam amenizar os problemas com a falta de água. "Não estamos ainda no verão, porém, no último fim de semana, por exemplo, muitos bairros registraram o problema”, disse o deputado. A ação que ele levará ao MP nesta quarta-feira tem 10 laudas, com fotos, endereços e histórico das empresas envolvidas na compra milionária de carne sem licitação.

Estrada Morro Grande, em Cotia, onde fica uma das sede das empresas denunciadas na representação do deputado


3 visualizações0 comentário