Buscar
  • Da redação

PM prende na região homem que matou ex-mulher à facada um dia após sair da cadeia. Ele foi preso jus


Roberto Ribeiro foi preso pela Polícia Militar: ele matou a ex-mulher à facada após sair da cadeia (Foto: Aceituno Jr - Bauru)

A Polícia Militar prendeu na madrugada desta terça-feira (31), Roberto Santos Ribeiro, que no último sábado (28), em Presidente Alves, assassinou com uma facada no peito sua ex-mulher, Andreia Maria Rodrigues, de 26 anos. O crime ocorreu um dia após Roberto ter saído da cadeia, onde foi preso justamente por agredir a ex-mulher e o companheiro dela.

O assassino estava escondido em um posto de gasolina desativado, no Jardim Colina do Sol, em Presidente Alves.

Após a prisão, os policias fizeram buscas com o assassino nos arredores do posto e encontraram a faca que ele utilizou no crime.

O CRIME

No final da noite de sexta-feira (27), por volta das 23h40, Roberto Ribeiro foi acolhido pela ex-mulher Andrela, na casa dela.

Na noite de sábado, ele comentou com o pai da vítima que estava incomodado com o fato de a filha dele estar em uma praça e não querer retornar para casa.

Após o comentário, Roberto foi até a cozinha, onde pegou uma faca e foi até a praça onde estava a ex-mulher. Ele se aproximou de Andrela quando ela estava sob a cobertura de um ponto de táxi, próximo a uma barraca de lanches, e desferiu uma facada no lado esquerdo do seu peito, fugindo logo depois. A mulher caminhou por alguns metros, mas caiu no meio da rua e morreu antes da chegada do socorro.

Roberto já havia respondido a dois inquéritos policiais referentes à Lei Maria da Penha. Na primeira ocorrência, após discutir com a então companheira, ele a agrediu com um pedaço de madeira, deixando vários hematomas em sua perna.

A segunda ocorrência foi no último dia 24 de julho, quando o casal estava separado. Segundo a polícia, o acusado invadiu a casa da ex-mulher e a flagrou com o novo namorado. Ele agredindo os dois. Na ocasião, a vítima recorreu a medidas protetivas e Roberto teve a prisão preventiva decretada


1 visualização0 comentário