Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Mulher cai em emboscada de ex-marido e é morta a tiros, na região


Uma mulher de 40 anos foi brutalmente assassinada no começo da manhã desta segunda-feira (20) após cair em uma emboscada preparada pelo ex-marido. Conforme acompanhou o REPÓRTER NA RUA, o corpo de Alexandra de Oliveira da Silva foi encontrado pela própria família após ela demorar para aparecer no serviço, uma estufa de pimentas.

"Saímos a procura, pois desconfiamos que algo pudesse estar errado", disse um parente. A mulher tinha uma rotina, de segunda a sexta ela saia da casa onde morava em São Pedro do Turvo e seguia pela estrada rural do lixão, com destino ao emprego, no bairro Três Barras.

Mas a trabalhadora teve seu percurso interrompido por volta das 07h00min, quando foi surpreendida com pedaços de tronco e galhos de árvores, impedindo a passagem do veículo. Segundo os Peritos, a mulher teria parado o carro por causa dos troncos e galhos, e logo em seguia foi surpreendida pelo ex-marido que teria saído de trás de uma mata fechada.

"O suspeito deu três tiros. Um deles foi na cabeça", afirmou o Perito Caio. Antônio Carlos da Silva, 44 anos, é o acusado da morte da mulher, pois ele mesmo ligou para a irmã, identificada como Rosana e segundo ela, disse: Matei minha mulher e agora vou me matar. "Após ele falar isso, passou um tempinho e escutei um barulho forte", disse a irmã do acusado, durante contato com a equipe Repórter na Rua. Antes disso, o suspeito teria se envolvido em um acidente pela Vicinal que liga São Pedro à BR-153.

Segundo a PM, após sair da estrada rural o homem tentou fugir sentido a Ourinhos, mas no meio do percurso, ele jogou sua moto contra um automóvel que seguia no sentido contrário. "O motorista do carro desviou, mas mesmo assim a moto pegou parte da frente do veículo. Após o acidente, o Antônio pegou a arma que estava enrolada em uma blusa e entrou em um cafezal", afirmou um policial que ajudava nas buscas pelo criminoso.

Durante todo o dia, policiais Militares de São Pedro, Santa Cruz e Ourinhos, fizeram buscas pelo homem, nas imediações onde ele teria adentrado após o acidente.

O corpo da mulher foi recolhido pela empresa funerária Unividas, após o termino dos trabalhos da Polícia Cientifica e Polícia Civil. Alexandra de Oliveira, bastante conhecida como 'Titica', foi levada para o IML de Ourinhos, onde após passar por exames necroscópicos, o corpo foi encaminhado para o funeral.

Entenda o relacionamento:

Alexandra e Antônio estavam casados há 15 anos e tinham uma filha de 12. Eles estavam separados desde o final do mês passado. Segundo os familiares do casal, Antônio era um homem bastante calmo e nunca se mostrou violento; segundo a Polícia, o suspeito do crime teria ficado sabendo de boatos que sua mulher estava envolvida com outro homem.

Devido a ciúmes, eles iniciaram uma fase de brigas constante e culminou na separação do casal. Ela chegou a procurar a Polícia Civil e registrou um Boletim de Ocorrência, afirmando que o marido teria mostrado uma arma de fogo e feito várias ameaças.

Dias após ela ganhou um mandado de medida protetiva, que na 'regra', proibia o ex-marido de se aproximar da mulher. No entanto, a medida judicial não adiantou nada. Antônio segue sendo procurado e deve ser indiciado por feminicídio.


1 visualização0 comentário