Buscar
  • Da redação

CASO INUSITADO: homem teve o veículo furtado. Foi prestar queixa na CPJ e acabou ficando preso por e


O ajudante de motorista Antonio Carlos Egas, de 58 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (29) de forma inusitada. Acompanhado de uma irmã, ele foi até a CPJ prestar queixa de furto de seu veículo, um Logus, ano 1995, branco. O carro foi levado quando estava estacionado em frente à residência, na Avenida República, no Bairro Palmital.

Ao identificá-lo, foi constatado que ele era procurado por crime de estupro pela Comarca de Americana, com 7 anos de cadeia para cumprir. Antonio Carlos ficou sem o carro e também acabou preso.


2 visualizações0 comentário