Buscar
  • Da redação

Emdurb vai reconstruir túmulos danificados pelas chuvas no Cemitério da Saudade


Tijolos que serão usados para reconstrução de túmulos destruídos pelas chuvas no Cemitério da Saudade

A Emdurb localizou os túmulos destruídos no Cemitério da Saudade em Marília (conforme mostrado ontem pelo JP) e promoveu a restauração deles. "A administração do Cemitério constatou que os danos foram causados pelas chuvas e uma parte por alguém que, talvez por descuido, pisou sobre a laje e danificou a sepultura. Desta forma, resolvemos fazer a reconstrução das sepulturas", explicou o presidente da Emdurb, Valdeci Fogaça de Oliveira.

Sobre o crânio exposto em um dos túmulos destruídos, ele disse que, como a peça estava limpa, é provável que tenha sido retirada de algum outro local e colocada na sepultura como parte de "trabalhos", já que havia garrafa de bebida alcoólica e outros apetrechos junto".

Os túmulos apresentavam lajes abertas e paredes de tijolos desmoronadas. Os danos foram agravados pelas últimas chuvas.

FAMÍLIAS RESPONSÁVEIS

Ontem, Fogaça havia dito ao JP que a manutenção dos túmulos e sepulturas do Cemitério são de responsabilidade das famílias dos sepultados e são elas que devem fazer as reconstruções.

"Em alguns casos mais expostos, a administração do Cemitério entra em contato com familiares e comunica os casos. Por isso, é importante que os familiares ou responsáveis pela posse das sepulturas mantenham os cadastros atualizados junto à administração do Cemitério", explicou Fogaça.

Ele disse que a Emdurb repara apenas os danos estruturais do Cemitério, como os corredores, o Cruzeiro, a Capela e outros locais de domínio público.


0 visualização0 comentário