Buscar
  • Da redação

MP abre procedimento para apurar ilegalidades e maus serviços das empresas de ônibus em Marília


Maus serviços das empresas de ônibus, como lotações e atrasos: denúncias chegam ao MP

O promotor de Justiça Estadual, Tiago Alves de Oliveira, abriu procedimento para investigar a situação contratual e denúncias de maus serviços prestados pelas empresas de ônibus Grande Marília e Sorriso de Marília.

As duas empresas, que dividem o monopólio na cidade cobrando o mesmo preço de tarifas (R$ 3), começaram a atuar em maio de 2016, após um decreto assinado pelo ex-prefeito Vinícius Camarinha, autorizando o serviço em caráter emergencial. A licitação para a contratação das novas empresas foi aberta na gestão do ex-prefeito Mário Bulgareli, mas segue emperrada na Justiça.

No apagar das luzes de seu governo, no dia 30 de dezembro de 2016, Vinícius baixou um decreto e revogou a tal autorização para as empresas.

O MPE abriu o procedimento a partir do envio de cópia de um requerimento do vereador José Carlos Albuquerque (PRB), apontando as eventuais ilegalidades na operação das empresas e mazelas nos serviços, como demissão de todos os cobradores e forçando os motoristas a fazer cobranças e dirigir os coletivos, comprometendo a segurança dos usuários. O vereador apontou ainda a elevação no número de acidentes com ônibus urbanos, em função da dupla função dos motoristas.

A falta de assentos para idosos, gestantes e portadores de deficiência é outro problema mencionado, além da superlotação dos ônibus, redução dos trajetos e itinerários e demora nos percursos.

Outra demanda, mais recente, refere-se à retirada das catracas do Terminal Urbano, provocando o fim do passe-integrado e obrigando usuários a pagar mais passagens pelos mesmos percursos. Além disso, a abertura do Terminal Urbano, determinada pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB), transformou o local num reduto de desocupados, usuários de drogas e outros malandros, com brigas, ataques a usuários e vandalismo.

Prefeito Daniel Alonso foi questionado pelo vereador Albuquerque sobre as mazelas das empresas de ônibus


3 visualizações0 comentário