Buscar
  • Da redação

TCE rejeita contas da Emdurb por lambanças de ex-diretores. Rombo financeiro e desorganizações, apon


Emdurb e os ex-presidentes Monteiro e Marco Antonio

Lambanças na administração da Emdurb na gestão passada resultaram na rejeição das contas da autarquia pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), referentes ao ano de 2016, o último da gestão de Vinícius Camarinha.

Auditoria do Tribunal "pegou" três ex-presidentes da Emdurb: Luiz Rossi (falecido), coronel Marco Antonio Alves Miguel e engenheiro Roberto Monteiro. Entre as lambanças apontadas pelo Tribunal de Contas estão pagamentos fora da ordem cronológica, pagamentos indevidos a servidores, calotes em encargos sociais desde 2009 (gestão do ex-prefeito Mário Bulgareli), descontrole de entrada e saída de materiais de almoxarifados e um déficit no orçamento de cerca de R$ 2,5 milhões.

Foram apontados ainda desajuste no sistema de controle de multas, com valores baixados no sistema mas não entrando no banco e, desta forma, verbas dessa natureza nem poderiam ter sido repassadas pelo Detran.

Os resultados dessas gestões bagunçadas, ainda podem resultar em prejuízos para a Autarquia, co o perda de títulos a receber. Nesse sentido, auditoria do TCE aponta “expressivo valor em contas a receber que remonta a exercícios anteriores, sem comprovação de sua origem e sem comprovação de medidas de cobrança, com probabilidade de perda de ativo, sem contabilização dessas prováveis perdas... capazes de agravar ainda mais a delicada situação econômico-financeira da entidade”.

Os envolvidos nas irregularidades apontadas pelo TCE podem recorrer e apresentar justificativas e defesa para eventuais reformulações dos apontamentos.

#edm

5 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo