Buscar
  • Da redação

Prefeitura paga mais de R$ 700 mil para empresa que realizou a planta genérica e gerou aumentos do I


Prefeito Daniel Alonso com o ex-prefeito, Vinícius: planta genérica colocada em prática, com aumentos do IPTU

A Prefeitura de Marília pagou, fora da ordem cronológica (ou seja, na frente de outros credores) R$ 715.863,00 para a Empresa Engemap - Engenharia, Mapeamento e Aerolevantamento Ltda. O valor refere-se a "prestação de serviços de engenharia para geração da base cartográfica digital na área urbana do Município de Marília".

Na prática, trata-se de serviços relacionados à chamada planta genérica do Município, feita através de satélites, que resultaram nos "ajustes" dos valores do IPTU, criando aumentos nos valores do imposto para cerca de 12 mil contribuintes, este ano.

O Pregão que autorizou a contratação da tal empresa, que tem sede em Assis e escritório de representação aqui em Marília, foi realizado em junho de 2015, pelo ex-prefeito Vinícius. O valor total do contrato com a Enemap foi de R$ 4.461.363,83.

Não há levantamento completo sobre pagamentos feitos pela Prefeitura á Engemap, mas em outubro de 2015, por exemplo, foram pagos R$ 323.970,70 à empresa, fora da ordem cronológica.


4 visualizações0 comentário