Buscar
  • Da redação

Dise prende dupla em flagrante por tráfico de drogas no Trieste Cavichiolli


Policiais da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prenderam em flagrante delito os indiciados Pedro Alves Trindade Júnior e Juliano Aparecido Dias pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

O flagrante ocorreu na Rua Antônio Zafredi, no Núcleo Trieste Cavichiolli, local em que os autuados foram vistos comercializar entorpecentes ilícitos.

Consta que policiais civis em diligências visando combater o tráfico de drogas,realizaram trabalho de campana e logo viram os indiciados Pedro e Juliano efetuaram a venda para um individuo que lá chegou com uma Parati escura, placas não anotadas.

Os indiciados estavam na calçada quando a Parati, com insulfilm chegou. O indiciado Juliano, trajando camiseta cinza atendeu os compradores e em ato continuo foi até o final da rua, onde haviam uma calçada com mato e entulhos, abaixou-se e pegou a droga.

No caminho de encontro ao veículo passou a droga para Pedro, com camisa com listras vermelha e preta que entregou para o motorista do veiculo Parati, recebendo o dinheiro em troca e finalizando a venda, sendo que o dinheiro recebido Pedro repassou para Juliano, que o guardou.

Após confirmarem que os autuados estavam no local devidamente associados para a venda de entorpecentes e uma vez descoberto o local onde eles guardavam o entorpecente, uma incursão policial foi realizada culminando na prisão dos dois indivíduos.

Em seguida, no local onde eles foram vistos se abaixar, embaixo de uma telha, foi localizado um maço de cigarros contendo 09 porções de maconha, embaladas individualmente em plástico transparente e 2 porções de crack, também embaladas individualmente em plástico transparente, todas prontas para a venda. Na posse de Juliano foi localizada a quantia de R$ 52,00 em dinheiro. Na residencia de Pedro foi localizada e apreendida a quantia de R$50,00, em dinheiro. Diante das provas colhidas, deram voz de prisão aos indiciados, que foram conduzidos à CPJ, sem direito à fiança.


1 visualização0 comentário