Buscar
  • Da redação

Dise desmonta esquema de tráfico via "delivery" em mototáxi e prende três em flagrante na


Numa ação eficiente, policiais da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), prenderam Douglas Henrique de Oliveira Pereira, vulgo “Nego”, Robson da Luz Alves e Luis Fernando Martins da Silva, em flagrante delito pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A Delegacia informou que estavam associados a praticarem de forma constante e reiterada a venda de drogas, sendo que Luis Fernando e Robson da Luz, atuando na função de mototaxistas, recebiam ligações de clientes diversos que encomendavam entorpecentes com os dois indivíduos, sendo que muitas vezes, a droga a ser comercializada era fornecida por Douglas Henrique.

Consta que o Setor de Inteligência desta Unidade Policial coordenada pelo investigador de classe especial Álvaro de Carvalho Neto, apurou que os mototaxistas , que trabalhavam no período noturno, em uma empresa de mototáxi, situada na Avenida João Ramalho, na Zona Sul de Marília, montaram um forte esquema de venda de drogas, do tipo “delivery”, sendo que os “clientes” ligavam para os indiciados, e encomendavam a entrega de entorpecentes.

Muitas vezes, os indiciados pegavam drogas nas “biqueiras” da cidade e na maioria das vezes, tinham como fornecedor fixo o indiciado Douglas Henrique, conforme teor das conversas captadas.

Uma vez descoberto o esquema de venda de drogas, nesta manha, policiais civis da DISE, munidos de mandado de busca e apreensão, deslocaram-se até a residência dos indiciados, onde na casa de Robson Luis, situada na rua Fernando Botelho Vilela, no Nova Marília, localizaram 9 invólucros contendo maconha, embaladas individualmente e prontas para a venda, além da quantia em dinheiro no valor de R$37,00 que estavam na calça jeans guardada no quarto.

Na residência de Luiz Fernando, situada na rua Mário Bataiola (Conjunto da CDHU) foi localizada a quantia em dinheiro no valor de R$1.080,00 ,sendo que lá não foi localizado nenhum entorpecente. Em face do encontro de 9 porções de maconha na residência de Robson, estando eles associados para a venda de drogas; foi dada voz de prisão a Douglas, Robson e Luis Fernando.


18 visualizações0 comentário