Buscar
  • Da redação

Proposta "surpresa" da Prefeitura faz a Câmara adiar votação sobre implantação da Zona Azu


Zona Azul "manual" foi extinta em Marília, legionários acabaram demitidos e entidade fechou as portas

A Câmara de Marília aprovou nesta segunda-feira (14), o projeto de lei que permite a implantação do sistema digital nas áreas de Zona Azul. O sistema, pela proposta, poderá ser implantado pela Emdurb ou por empresa terceirizada. Esta última hipótese é a mais provável, já que a Emdurb possui estudos nesse sentido, inclusive com cobranças de tarifas diferenciadas por região do estacionamento rotativo.

O projeto analisado pelos vereadores nesta segunda-feira também prevê multa de 10 vezes o valor da hora de estacionamento caso veículo seja flagrado em situação irregular. Caso esse valor não seja apresentado em 72 horas, será considerada infração de trânsito por estacionamento irregular.

Os vereadores foram surpreendidos com um substitutivo de última hora da Prefeitura, acrescentando a possibilidade de outorga ou concessão do sistema digital. "Não há nem tempo para discutirmos este substitutivo, que aliás nem entendemos bem o texto. Mas, como o trânsito sem a Zona Azul está pior do que estava com o sistema, vamos votar favorável pela urgência de resolver esta situação", disse na tribuna o vereador Luiz Eduardo Nardi (PR).

O vereador Marcos Custódio (PSC) sugeriu a criação de um protocolo na Câmara para disciplinar o envio de substitutivos da Prefeitura ao Legislativo, com prazo para que os mesmos possam ser analisados pelos vereadores.

"Muitas vezes os substitutivos são maiores que os projetos originais. Concordo com essa sugestão de criar um protocolo nesse sentido", disse o vereador Mário Coraíni (PTB).

Diante das discussões sobre a surpresa com o substitutivo, o presidente da Casa, Wilson Damasceno (PSDB) pediu vistas do projeto e a votação do mesmo foi adiada para a próxima segunda-feira (21).

O sistema de Zona Azul deixou de existir em Marília em fevereiro deste ano, após a Emdurb romper contrato com a Legião Mirim de Marília. Cerca de 50 legionários que atuavam no sistema manual com venda e preenchimento de cartelas foram dispensados e a entidade acabou fechando as portas.


5 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo