Buscar
  • Da redação

Lavrador toma cachaça em boteco, bate papo, transa com travesti, dorme e acaba tendo a carteira e a


Um lavrador de 45 anos relatou na CPJ que foi vítima de furto por um travestí. O rolo foi na madrugada, em Marília. Ele disse que esteve em um bar na Zona Sul de Marília, onde tomou cachaça.

No local, chegou um travestí e eles começaram a conversar e beber juntos. Em seguida, decidiram sair para um programa em um local ermo.

Após o rala e rola, o lavrador pegou no sono. Quando acordou, descobriu que o "traveco" havia sumido com sua carteira e com todo o pagamento que tinha recebido e até a sua botina. Em estado de pós-embriaguez e descalço ele foi prestar queixa na CPJ.


111 visualizações0 comentário