Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Estudante mata pintor com tiro no peito usando "caneta revólver", em cidade da região


O pintor Romário morreu com um tiro no peito (Foto: Paparazi News)

Foi sepultado ontem a tarde em Castilho, o pintor Romário Cardoso de Oliveira, 24 anos. Ele foi assassinado com um tiro no peito, no bairro Laranjeiras, naquela cidade. O suspeito do crime é um primo da mulher da vítima, que teria usado uma “caneta revólver” para matá-lo por uma dívida de R$ 2 mil.

Segundo a polícia, o crime aconteceu por volta das 21h30, na rua Vênus. A vítima chegava em casa com a companheira, de 18 anos, e um filho do casal, de 2 anos, quando foi abordada pelo suspeito, um estudante de 22, residente na mesma rua, que estava de bicicleta.

Os dois teriam conversado a respeito da dívida de Oliveira com relação à venda de uma bateria que não tinha sido paga e, durante a conversa, o estudante teria sacado uma arma parecida com uma caneta e disparado uma única vez.

O projétil atingiu o peito da vítima e o autor fugiu com a bicicleta. A polícia foi acionada e chegou ao local quando Oliveira era socorrido por uma ambulância. Ele foi levado para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Militar foi à casa do estudante e realizou buscas para tentar localizá-lo, mas não o encontrou. O local do crime foi periciado por equipe do IC (Instituto de Criminalística), que recolheu parte da “caneta revólver” que foi encontrada na rua para ser periciada.


96 visualizações0 comentário