Buscar
  • JCNET/BAURU

Polícia recupera 900 mil dólares e R$ 162 mil de roubo a banco em Bauru


Ataques e o roubo a uma agência bancária, no Centro de Bauru, na madrugada desta quarta-feira (5), provocaram uma intensa troca de tiros, que durou mais de uma hora, entre policiais militares e assaltantes. Houve relatos de explosões e tiros de fuzis, o que causou pânico entre os moradores das imediações e de toda a cidade. Especula-se que tenham sido levados R$ 10 milhões, mas os valores não foram confirmados oficialmente.

Somente a quantia recuperada pela polícia é de aproximadamente 900 mil dólares (equivalente a mais de R$ 3 milhões) e R$ 162 mil. Ninguém foi preso por enquanto.

Dados extraoficiais dão conta que bandidos atiraram do alto de prédios no Centro, o que não foi confirmado pela PM. Eles também teriam usado um drone para monitorar a ação da PM no Centro da cidade. Uma viatura foi alvejada. Em uma Pajero blindada, usada pelos ladrões e abandonada no trevo da avenida Nuno de Assis e rodovia Marechal Rondon, foram encontradas munições ponto 50 e coletes à prova de bala.


Foram confirmados roubo e explosões na agência da Caixa Econômica Federal da Gustavo Maciel, de onde os ladrões levaram um cofre. O Bradesco da rua Primeiro de Agosto foi atingido por tiros. As primeiras informações apontaram que o Itaú, também da rua Primeiro de Agosto, tinha sido afetado, o que não se confirmou depois.

Durante todo o dia e a noite, o helicóptero Águia da PM, policiais militares de Bauru e região, inclusive de folga, Força Tática, policiais civis e a Polícia Federal patrulham a cidade e fazem buscas pelos ladrões.

Vários carros foram abandonados por ladrões pela cidade, a maioria blindados. Cerca de 20 criminosos usaram pelo menos dez carros de luxo nos ataques.

Nas redes sociais, moradores relataram o pânico com a ocorrência. A fuga dos bandidos teria ocorrido pela rodovia Marechal Rondon.

O ATAQUE

Os assaltantes foram acompanhados por uma viatura de patrulhamento de rotina da PM, por volta das 2h50 da madrugada. Os policiais estranharam o comboio de carros.

Neste momento, alguns ladrões desceram dos veículos e começaram a atirar contra a viatura, que pediu reforços. A artilharia usada foi bastante pesada e o barulho podia ser ouvido a quilômetros. Os bandidos incendiaram um carro para afastar os policiais.

(Heitor Carvalho, Márcia Duran e Bruno Freitas)


59 visualizações0 comentário