Buscar
  • Da redação

PM prende suspeito de participar do assalto a ônibus de sacoleiros, em Vera Cruz. Ele tinha arma em


A Polícia Militar prendeu na tarde desta quinta-feira (27), no Jardim Santa Clara, um elemento apontado como suspeito de integrar uma quadrilha que assaltou um ônibus de sacoleiros próximo a Vera Cruz, na semana passada.

Policiais militares se dirigiram ao endereço indicado em denúncia anônima, onde avistaram um rapaz na garagem da residência. Ao perceber a aproximação policial, o rapaz, de 21 anos, correu para dentro da residência.

Os PMs adentraram a casa e na presença de um familiar, localizaram um revólver Taurus, calibre 38, dentro de um guarda-roupas. O suspeito negou ser dono da arma. Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão, foi encaminhado à CPJ e autuado em flagrante.

PASSAGEIROS RELATARAM TERROR NO ASSALTO

Passageiros do ônibus da Empresa Nova Canaã que seguia de Marília e algumas cidades da região para a chamada "Feirinha do Brás", em São Paulo, e foi interceptado por seis elementos encapuzados, na noite de quinta-feira (19), por volta das 21h, próximo a Vera Cruz, relataram o terror que viveram.

Consta no Boletim de Ocorrência que os elementos estavam encapuzados e usavam armas curtas e longas, tipo submetralhadoras. Na alça de acesso a Vera Cruz, dois elementos à beira da estrada deram sinal para o motorista do ônibus parar. Assim que abriu a porta, eles deram à guia do ônibus nomes de dois passageiros que constavam na lista da viagem.

O ônibus seguiu até um posto de gasolina, onde uma passageira embarcou. Nesse momento, um dos elementos que havia embarcado em Vera Cruz disse ao motorista que havia esquecido a carteira e iria pegá-la com um parente e desceu do ônibus. Nesse momento, o outro elemento que ficou no ônibus sacou uma arma e anunciou o roubo.

Obrigou o motorista, de 22 anos, a seguir pela vicinal que dá acesso à Escola Agrícola.

Ao chegar em uma lixeira, ordenaram que o motorista entrasse á direita e seguisse mais uns cinquenta metros, onde seis elementos também entraram em ação.

Os ladrões ameaçavam a todo tempo e perguntaram se havia algum policial no ônibus. Mandaram todos os homens se despirem e iniciaram a "limpeza" de dinheiro, celulares e pertences dos passageiros. O motorista do ônibus disse que não houve violência física contra ele ou contras os passageiros e ninguém ficou ferido. Parte dos passageiros foi trancada no bagageiro do ônibus.

Num clima de terror e sob fortes ameaças, a quadrilha roubou os passageiros e levou muito dinheiro e celulares. De um rapaz de Marília, residente no Bairro Tangará, levaram R$ 15 mil. De uma comerciante levaram R$ 2.880,00, de um comerciante roubaram R$ 3 mil, de outros dois comerciantes mais R$ 4.200,00 e de outro comerciante mais R$ 7 mil. Diversos comerciantes de Marília e cidades da região, como Pompeia, foram lesados nesta ação criminosa.A quadrilha levou cerca de R$ 40 mil.

Após o roubo, os ladrões fugiram vários carros não identificados. As polícias de Garça e Marília foram acionadas para atender a ocorrência.










13 visualizações0 comentário