Buscar
  • Da redação

ELEIÇÕES 2018: Camarinha analisa comportamento dos eleitores e faz projeções sobre alguns candidatos


O ex-prefeito e atual deputado, Abelardo Camarinha, presidente local do PSB, disse ao JP nesta sexta-feira (5), que o candidato do partido a deputado estadual, Vinícius Camarinha, vencerá os adversários em todas as urnas no Município de Marília. "Pela minha experiência na vida pública e eleições, ele terá entre 42 mil a 45 mil votos em Marília e de 35 mil a 40 mil votos na região".

MAIOR COLIGAÇÃO

O parlamentar afirmou que Vinícius vai enfrentar a maior coligação proporcional do Estado para a Assembleia Legislativa, que é formada pelos partidos PSB, PTB, PPS, PSC e PV (com 131 candidatos no "chapão") a qual vai eleger a 1ª ou a 2ª maior bancada da Assembleia. Camarinha prevê que o "corte" (número de votos do último candidato eleito pela coligação) ficará em torno de 75 mil votos.

O ex-prefeito criticou a forma como foram montadas as coligações com o PSB. "Essa composição privilegia os caciques oriundos dos outros partidos que compõem o "chapão", em detrimento aos integrantes históricos e puro-sangue do PSB na Assembleia Legislativa do Estado. Enfim, mesmo com os vendidos e cooptados, Alea jacta est", disse Camarinha, referindo-se à lendária frase do imperador Júlio César, que em latim significa "a sorte está lançada".

O deputado analisou ainda o perfil destas eleições em Marília, para a Assembleia Legislativa. "O grupo de oposição à família Camarinha lançou 12 candidatos para pulverizar os votos do Vinícius. Mas, a tendência mostra que o sentimento de rejeição e arrependimento do povo com a desastrosa administração do prefeito Daniel Alonso vai conceder a ele (Vinícius) uma das maiores votações da história de Marília para deputado estadual, superando inclusive a minha em 2014, quando obtive 45 mil votos", disse Camarinha.

PREVISÃO DE NÚMEROS

O ex-prefeito acredita que dos 171.775 eleitores aptos a votar em Marília, cerca de 75% (aproximadamente 128 mil eleitores) deles comparecerão às urnas no próximo domingo.

Desses, segundo previsões de Camarinha, entre 12% a 15% votarão branco ou nulo, sobrando cerca de 112 mil votos válidos, em Marília. Desses, cerca de 27 mil votos irão para candidatos de fora, sobrando em torno de 85 mil votos para serem disputados pelos 22 candidatos a deputados estaduais e federais de Marília.

Sobre as abstenções, Camarinha acredita que em torno de 43 mil a 45 mil eleitores não comparecerão às urnas, nas eleições de domingo. Ele considera uma margem de erro de dois pontos para mais ou par menos em suas projeções:

ALGUMAS PROJEÇÕES

Citando a sua experiência política e a "temperatura" da campanha de alguns candidatos a deputados estaduais em Marília, o ex-prefeito fez projeções de votações aqui na cidade.

VINÍCIUS CAMARINHA (PSB) - de 42 mil a 45 mil votos

NECHAR (PATRIOTA): - de 12 mil a 13 mil votos

DANI ALONSO (PR): - de 6 mil a 7 mil votos

DAMASCENO (PSDB): - de 5 mil a 6 mil votos

MARCOS FARTO (PSL): - de 4 mil a 5 mil votos

DELEGADA ROSSANA (PSD): - 3 mil a 4 mil votos

OUTROS SETE CANDIDATOS A DEPUTADOS ESTADUAIS JUNTOS: - 8 a 10 mil votos


102 visualizações0 comentário