Buscar
  • Da redação

Sindicato dos Servidores pega prefeito "no pulo" na Câmara e cobra presença dele em reuniã


Integrante do Sindicato dos Servidores,Bruna Marcelino, pega o prefeito Daniel Alonso "no pulo" na Câmara e cobra presença dele em reunião para tratar de reajuste salarial.

Alonso deu mais um drible e disse que "vai consultar a agenda"

Um grupo de sete representantes do Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos Municipais de Marília), de lideranças da Educação, juntamente com o presidente José Paulino e da vice-presidente Bruna Marcelino, pediu ao prefeito Daniel Alonso (PSDB), para que ele participe da próxima reunião, no dia 26 de março, na Prefeitura de Marília.

A abordagem foi feita na tarde desta segunda-feira, na Câmara Municipal, quando Alonso chegou para uma reunião com o presidente da Câmara, Marcos Rezende (PSD). O prefeito afirmou à vice-presidente Bruna que vai avaliar a agenda e deve se posicionar sobre essa reivindicação.

Bruna destacou que o Sindimmar está “ouvindo a voz” da categoria, que reivindica a participação do prefeito na segunda rodada de negociação, que está prevista para o dia 26 de março. É esperado que neste encontro a Administração Municipal indique se vai atender a reivindicação de reajuste de 10% nos salários, além da equiparação do Vale-Alimentação aos dos servidores da Câmara Municipal, que hoje ganham R$ 496, contra R$ 300 dos funcionários da prefeitura.

PREFEITO FUGIU DA PRIMEIRA REUNIÃO

A primeira reunião entre a Prefeitura e o Sindicato dos Servidores Municipais ocorreu na manhã do dia 7 deste mês, no gabinete do prefeito Daniel Alonso.

Mas, quem não deu as caras no encontro foi próprio, que viajou a São Paulo para participar de evento da Casa Sol, usando verbas públicas (diárias de R$ 800).

Quem recebeu os representantes foram os secretários da Fazenda, Levi Gomes e da Administração, Cássio Pinto, que não resolveram nada marcaram um,a nova reunião para o próximo dia 26.


21 visualizações0 comentário