Buscar
  • Da redação

Morre um dos pacientes atingidos por incêndio no HEM. Homem que provocou a tragédia dizia estar send


Faleceu e foi sepultado neste domingo (14) Diego Alexandre Carvalho Cardoso, de 34 anos, um dos dois pacientes que sofreram graves queimaduras após incêndio em uma ala masculina do SUS do Hospital Espírita de Marília (HEM), na tarde do domingo (7).

O fogo foi colocado por um outro paciente. o protético E.R.P. de 45 anos que teve um surto de distúrbio psiquiátrico. Usando um isqueiro, ele ateou fogo em um colchão e as chamas se espalharam pela ala.

O outro paciente, um pedreiro de 50 anos, residente no Jardim Santa Clara, na Zona Sul de Marília, segue internado na unidade de queimados da Santa Casa de Catanduva.

O paciente que causou a tragédia, foi isolado por internos em uma outra ala, após o incêndio, para não ser linchado por outros pacientes.

Ele já havia sido autuado várias vezes por surtos psicóticos. A última condução dele foi no dia 2 de abril, quando dizia estar sendo perseguido e que ia morrer. Mesmo ao lado da viatura policial, ele ainda correu atrás de uma pessoa com faca, sendo necessário ser contido, algemado e amarrado.




29 visualizações0 comentário