Buscar
  • Da redação

Acúmulos de água parada no abandonado "parque aquático" podem aumentar a epidemia de Dengu


O abandonado e desativado Parque Aquático, localizado na Zona Oeste de Marília virou outro reduto de riscos de criadouros de Dengue. Isso em plena epidemia da doença em Marília, que já soma quase 500 casos da doença.

O relaxo e abandono da gestão Daniel Alonso (PSDB) preocupa principalmente moradores as imediações do "Parque Aquático", como o Jardim Flamingo. Além dos riscos de Dengue e outras doenças, riscos de proliferações de escorpiões, cobras e outros animais peçonhentos. Há um projeto de venda da área VEJA AQUI

AS MENTIRAS DO PREFEITO DANIEL ALONSO

"Parque" completamente abandonado

Relaxo do prefeito Daniel Alonso aumenta riscosa de Dengue na região do Parque Aquático, que já funcionou proporcionando lazer para milhares

de crianças em gestões passadas


15 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo