Buscar
  • Da redação

DESCASO E RELAXO: DER ignorou determinação judicial para corrigir erros de construção da pista e car


Mais uma carreta tombou na famosa curva do viaduto da Unimar, neste sábado

Mais uma carreta tombou na famosa curva do Viaduto da Unimar, na SP-333 (saída para Assis). Na manhã deste sábado, uma carreta bi-trem tombou. Não houve vítimas.

Tombamentos de diversas carretas e caminhões neste local já virou rotina. Mesmo com a Justiça acatando ação movida em 2014 pelo Ministério Público Estadual, obrigando o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) a promover correções na curva existente no local, nada foi feito.

O Departamento, ao invés de tomar as providências cabíveis, manteve o relaxo e recorreu da decisão alegando anão comprovação que "o padrão geométrico adotado para construção das alças do KM 451 + 300 metros e Km 452+00 constitua causa, sequer concausa para a ocorrência dos acidentes, de modo que o redimensionando pretendido, se assim realizado, oneraria como também comprometeria o orçamento público, medida que não se compatibiliza com o interesse público primário”.

O TJ manteve a decisão da Justiça em Marília e determinou a adoção de novos valores de largura nas pistas, raio de curvatura, alargamento das faixas de rolamento, superelevação e faixas de aceleração bem superiores as do local de forma que coloque em segurança o tráfego de todos os veículos, especialmente os de carga pesada.

Determinou ainda multa diária de R$ 500 (limitada a 50 dias) pelo não cumprimento da decisão.

O DER apenas reduziu para 30 o limite de velocidade na alça de acesso à curva e não fez as correções técnicas na pista, conforme determinado pela Justiça.

Assim, continuam os acidentes no local, causando danos materiais e colocando vidas em risco.


Diversos outros caminhões já tombaram na mesma curva


22 visualizações0 comentário