Buscar
  • Da redação

Este ano, quatro jovens já foram vítimas de homicídios e quedas em penhascos, em Marília. Três deles



Este ano, quatro jovens com idades entre 19 e 21 anos foram vítimas de homicídio e quedas em penhascos nas Zonas Sul e Norte de Marília. Três deles foram a óbito e um sofre diversas fraturas e sobreviveu.

O primeiro caso foi de Dirceu Hilário Ortega Alonso, de 21 anos, encontrado morto no dia 12 de janeiro em um itambé ás margens do Parque das Azaleias, na Zona Sul. O rapaz morava na Zona Sul de Marília.

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) concluiu que ele, que era usuário de drogas, foi morto por dívidas com traficantes. Dois assassinos foram identificados e um deles preso.

ITAMBÉ NA ZONA NORTE

No dia 12 de abril, Daniel Barbosa da Silva, de 20 anos, que residia no Bairro Santa Antonieta, na Zona Norte de Marília, foi encontrado morto em um itambé na região da Vila Barros, na Zona Norte.

Ele estava desaparecido havia cinco dias e tinha sido visto alguns dias antes na região da Vila Barros. Familiares revelaram que ele era usuário de drogas e tinha dívidas com traficantes. O caso segue sob investigação.

VÁRIAS FRATURAS

No dia 19 de abril, Guilherme Alves de Almeida, de 19 anos, foi localizado caído em penhasco de cerca de 30 metros nos fundos do Jardim Santa Antonieta, na Zona Norte de Marília.

Morador do bairro, ele estava desaparecido há alguns dias e foi localizado por um morador que ouviu gritos de socorro vindos do itambé. O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate. O jovem estava consciente, mas apresentava fraturas nas pernas e diversos ferimentos pelo corpo.

PENHASCO DA VILA BARROS

Na manhã desta quarta-feira (8), o Corpo de Bombeiros resgatou o corpo do jovem Bruno Ferreira de Almeida, de 21 anos, o Brunim, em um penhasco de cerca de 70 metros na Vila Barros. Ele estava desaparecido desde ontem a tarde, quando estava junto com um grupo de rapazes que correu ao avistar uma viatura da PM. Bruno será velado a partir das 23 na sala 5 do Velório Municipal e será sepultado nesta quinta-feira, em horário ainda não definido pela família.

Resgate do corpo do jovem Bruno de Almeida, o Brunim, do itambé na Vila Barros, na manhã desta quarta-feira (8)


78 visualizações0 comentário