Buscar
  • Da redação

Prefeitura não informa viagens para São Paulo feitas com ambulância alugada por mais de R$ 657 mil,


O prefeito Daniel Alonso (PSDB), firmou contrato de aluguel, sem licitação, de uma UTI Móvel com a empresa UTI Móvel Marília Ltda. pelo valor de R$ 657.800,00. O contrato publicado no Diário Oficial do Município no dia 16 de março deste ano e vale por seis meses "ou até nova contratação através de processo licitatório em andamento", citou a publicação.

A UTI Móvel foi contratada e destinada à secretaria municipal da Saúde para transporte de pacientes com "distúrbios metabólicos constantes" de Marília para São Paulo, com acompanhamento médico.

A dispensa de licitação foi confirmada ao secretário municipal da Saúde, Ricardo Mustafá, através de Comunicado n° 008/2019, assinado pelo diretor de Licitações da Prefeitura, Cidimar Luiz Furquim. No Comunicado foi anexado um parecer da Procuradoria Jurídica do Município, estabelecendo exigências para a dispensa de licitação. "Consideramos que foram cumpridas todas as exigências. Esclarecemos que se faz necessária a homologação de V.Sª" para a Dispensa e mesmo a autorização para a despesa", cita Furquim, dirigindo-se a Mustafá.

QUANTAS VIAGENS?

O JP encaminhou demanda às assessoria de Imprensa secretaria municipal da Saúde e da Prefeitura Municipal, questionando quantas eventuais viagens foram realizadas pela referida UTI Móvel, nos termos do contrato.

Mas não obtivemos resposta de nenhuma das assessorias. Além do número de viagens, o JP questiona os dias e o valor pago por cada viagem.


45 visualizações0 comentário