top of page
Buscar
  • Da redação

Empresas de ônibus ignoram lei e não renovam frota. Última promessa foi junto com o brutal aumento d


No dia 2 de março passado, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) aumentou as tarifas de ônibus das empresas Grande Marília e Sorriso de Marília em quase 30%, passando de R$ 3 para R$ 3,80. Foi a maior punhalada dos últimos tempos, com aumento de quase R$ 1 numa cacetada só!

O brutal aumento decretado pelo prefeito assolou os bolsos dos trabalhadores, diaristas e estudantes, especialmente.

Na época, Daniel Alonso "justificou" que as empresas colocariam 30 novos ônibus na frota. Não seriam mais trinta ônibus e sim renovação de parte da frota.

Ocorre que a troca de toda frota das empresas, pelo contrato de concessão, deve ocorrer de quatro em quatro anos, mas isto não foi cumprido e a Prefeitura não faz nada.

Pior: a promessa de 30 novos ônibus anunciada junto com o absurdo aumento das tarifas também foi tudo balela. As empresas não colocaram ônibus novos nas frotas. E o povo se lascou de novo com essas enganações. A população segue com reclamações sobre ônibus superlotados, atrasos e maus-serviços, com motoristas sendo obrigados a dirigir e atuar como cobradores.

Tramitam na Justiça duas ações que pedem a anulação do brutal aumento das tarifas. A decisão da Vara da Fazenda Pública de Marília deve sair em breve.


23 visualizações0 comentário
bottom of page