Buscar
  • Da redação

DIG aguarda liberação médica para ouvir adolescente acusada de matar o pai com facada no peito. Imag



O dentista Aloísio Tassara foi assassinado com uma facada no peito


A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) aguarda liberação médica para ouvir o depoimento da adolescente L.M.T, de 17 anos, acusada de matar o o pai, o dentista Aloísio Tassara, de 51 anos, com um golpe de faca no peito, durante um surto psicótico por volta das 2h50 da madrugada de sexta-feira (22), na residência da família, na Zona Leste de Marília.

A adolescente continua em uma ala específica do Hospital das Clínicas. Ela está sozinha em um quarto, com escolta policial.

A mãe dela e esposa da vítima, enfermeira Juliana, ainda não foi ouvida, conforme retificação de informação feita pela DIG ao JP.

A DIG deve receber nesta terça-feira (27) imagens de câmeras de monitoramento de residências vizinhas onde ocorreu o crime, na Rua José Freire Sobrinho, Residencial Vale Verde. Na casa da família não há câmeras de segurança. O casal tem, além de L., um rapaz especial. L. cursa o ensino médio no Colégio Cristo Rei.

DINHEIRO

A Polícia Militar informou que durante o atendimento e perícias, foram encontrados no bolso do dentista Aloísio Tassara R$ 2.154,85 e outros R$ 16.550, na cueca dele. O fator dinheiro foi encaminhado para o setor de investigações da Polícia Civil (Delegacia de Investigações Gerais).

O CASO

A adolescente teria tido um surto psicótico durante a madrugada e ao tentar contê-la, o pai acabou sendo morto. Médico do SAMU constatou o óbito na própria casa. A garota foi encaminhada ao Hospital das Clínicas para atendimento.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local a adolescente estava sobre o telhado de uma casa vizinha, com uma faca. Foi convencida a descer de lá pelos policiais.









125 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo