top of page
Buscar
  • Da redação

GASTOS DE MILHÕES: Tropa de choque da Prefeitura pressiona e Câmara rejeita projeto que revelaria qu


Daniel Alonso esconde valores milionários gastos com sites de notícias e Câmara rejeita projeto que revelaria esse "mistério" com dinheiro público


A tropa de choque da Prefeitura entrou em ação mais uma vez na Câmara Municipal e desta vez conseguiu barrar a aprovação de um projeto de lei que obrigava a Prefeitura a inserir nas publicidades oficiais em sites e portais de notícias (internet) o valor pago pelas postagens. O projeto é de autoria do vereador Zé Luiz Queiroz (PSDB) e tinha como objetivo "dar transparência sobre os milhões de reais gastos pela atual gestão com publicidades nesses meios de comunicação".

Na sessão camarária desta segunda-feira (26), sete vereadores votaram contra aprovação da proposta: Cícero do Ceasa, Marcos Custódio, professora Daniela, Evandro Galete, João do Bar, Luiz Nardi e Albuquerque.

Votaram a favor da transparência os vereadores: Mário Coraíni, Danilo da Saúde, Damasceno, Zé Luiz Queiroz e Maurício Roberto.

Os vereadores Cícero do Ceasa e Custódio discursaram em justificativa de votos. Defenderam a "transparência", mas rejeitaram o projeto nesse sentido.

GASTOS DE MILHÕES

O Projeto de Lei rejeitado pela maioria dos vereadores poderia dar total transparência e revelar os valores pagos pelo prefeito Daniel Alonso (PSDB) para sites e portais de notícias de Marília, sob forma de publicidade oficial,

Esse tipo de gastos que já passam de R$ 6 milhões na atual gestão. Há informações de um site de notícias de Marília que recebeu R$ 20 mil mensais da Prefeitura para esse tipo de publicação.

A maioria dos sites de notícias que recebem verbas publicitárias da Prefeitura não publicam matérias "desfavoráveis" à atual gestão, como o fato do prefeito estar denunciado como réu em quatro Ações de Improbidade Administrativa e Danos ao Erário (cofres públicos), além de avalanche de ações e inquéritos nesse sentido. Também "escondem" mazelas da Prefeitura, como falta de médicos, remédios e até fraldas geriátricas nas unidades de Saúde e a buraqueira pelas ruas da cidade, além de outros problemas denunciados pela população.

No ano passado, o JP recebeu proposta e firmou contrato de publicidade oficial com a agência House Criativa (de Bauru) que movimenta a conta da Prefeitura. Foram publicados anúncios oficiais em nossas edições. Mas, diante as pressões política para o "esconder" fatos negativos da atual gestão, o JP rompeu o referido contrato.

VALORES MILIONÁRIOS

Os valores milionários pagos pelo prefeito aos sites de notícias vêm sendo mantidos em sigilo desde o início da gestão. Diversos vereadores já solicitaram tais informações à Prefeitura, mas todos foram ignorados (apesar da obrigatoriedade das respostas em até 15 dias) e as cifras seguem escondidas a sete chaves.


25 visualizações0 comentário
bottom of page