Buscar
  • Da redação

MENOS TEMPO: Para ser atendido no Procon e no Ganha Tempo, cidadão tem que estar lá até as 13h30. Pr


Por determinação do prefeito Daniel Alonso (PSDB), os horários de atendimento à população foram reduzidos na maioria dos órgãos públicos municipais, inclusive na própria Prefeitura (veja abaixo).

O Ganha Tempo e o Procon também entraram nessa onda. "O horário de atendimento ao público será das 8 às 13h30min. Serão atendidos todos os usuários que comparecerem no período acima, devendo ser distribuídas senhas aos que ainda não tenham sido atendidos até às 13h30min. A partir das 13h30min os servidores atuarão internamente no intuito de solucionar as demandas geradas no expediente, bem como darão prosseguimento ao atendimento aos usuários que eventualmente ainda estejam presentes", cita Decreto assinado pelo prefeito.

MENOS ATENDIMENTOS E MAIS GASTOS

Após aumentar em 30% os gastos milionários do gabinete, o prefeito Daniel Alonso (PSDB), agora, decidiu reduzir os horários de atendimento à população. O expediente ao público no Paço Municipal e nas secretarias passou das 8h às 14h, apenas. O horário era das 8h às 17h.

Uma das primeiras medidas do prefeito, após assumir o cargo em 2017, foi criar dificuldades de acesso da população ao seu gabinete e prédio da Prefeitura.

Colocou barreiras na porta dos elevadores e junto às escadarias. O cidadão comum dificilmente sobe ao segundo andar (gabinete). Logo num balcão instalado no térreo é orientado a protocolar seus pedidos ou reclamações através de ofício no Ganha Tempo. E aguardar eventuais respostas, também por escrito.

Isso nunca ocorreu na história de Marília e em todas as gestões anteriores, o povo sempre teve acesso livre ao Paço Municipal, especialmente ao gabinete do prefeito.

EXPLODEM OS GASTOS

Prefeito Daniel Alonso e o chefe de gabinete dele, Márcio Spósito que era funcionário da Casa Sol em Bauru

Enquanto faltam até insumos e medicamentos básicos nas unidades de saúde da cidade e pacientes de baixa renda são obrigados a recorrer à Justiça (onde há dezenas de ações desta natureza) para conseguir esses produtos, Daniel Alonso aumentou em 30% os gastos de seu gabinete.

Já chegaram até registrar Boletim de Ocorrência na Polícia por falta de fraldas geriátricas.

Também segue o caos com a buraqueira pelas ruas da cidade.

O orçamento de gastos do gabinete de Daniel Alonso é de cerca de R$ 9 milhões.. O gabinete do prefeito também acumula grande número de assessores comissionados com altos salários e tem como chefe Márcio Spósito, ex-funcionário da Casa Sol em Bauru.




30 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo