Buscar
  • Da redação

Homem que invadiu Emei com machado em Marília na tarde desta segunda-feira desferiu golpe e danifico



Policial Militar colhe depoimento de uma das testemunhas do caso da invasão da Emei Chapeuzinho Vermelho, na CPJ

O elemento de cerca de 34 anos que invadiu a Emei Chapeuzinho Vermelho, armado com um machado, por volta das 17h desta segunda-feira (30), é morador de rua.

Henrique Antonio Ruiz, de 39 anos,, já tem várias passagens pela polícia, A Escola fica no Bairro Fragata, na Zona Sul de Marília,

O JP apurou que uma diretora da Emei relatou aos policiais que o elemento aproveitou a abertura de um portão de saída de funcionários e invadiu o estabelecimento. Outro portão de acesso e saída de alunos estava trancado.

A maioria das cerca de 160 crianças que estudam lá no período da tarde já haviam deixado a Escola. Assim que o elemento adentrou a Emei com o machado, funcionárias trancaram um pequeno grupo de crianças em em uma sala.

O homem se trancou em um banheiro. Antes, ele desferiu um golpe e danificou umas das portas. Testemunhas relataram que ele não dizia nada e aparentava estar "transtornado". Antes de invadir a escola, na rua, ele xingava pessoas a esmo.

Uma diretora acionou a Polícia Militar, que chegou rapidamente no local e em ação rápida e eficiente deteve o elemento, que ainda estava trancado no banheiro, Ele não esboçou reação, foi detido e conduzido à CPJ.

OUTRO CASO

Na semana passada, um homem invadiu uma Emef na Zona Sul armado com uma faca e criou pânico no estabelecimento.




115 visualizações0 comentário