Buscar
  • Da redação

Justiça concede liminar e obriga gestão Daniel Alonso a pagar salários de professora aposentada em d


Professora Carmem Lúcia (à esquerda na foto) em protestos com aposentados e pensionistas

do Ipremm por atrasos de pagamentos na atual gestão

Após passar humilhações na porta da Prefeitura de Marília e em protestos nos semáforos do centro da cidade, junto com outros aposentados e pensionistas do Ipremm (Instituto de Previdência do Município de Marília), a professora aposentada da Rede Municipal de Ensino, Carmem Lúcia Ribeiro, ingressou com Ação Judicial contra a Prefeitura de Marília, para tentar receber seus salários em dia. "Graças a Deus vou dormir e acordar em Paz!", comentou a professora em sua página no Facebook, sobre a concessão da liminar judicial nesse sentido.

Rombo do Ipremm na gestão de Daniel Alonso (PSDB) aumentou em mais de R$ 110 milhões e aposentados e viúvas vêm sendo castigados com atrasos de pagamentos todos os meses

Nesta quarta-feira (16), o juiz da Vara da Fazenda Pública de Marília, Walmir Idalêncio dos Santos Cruz, concedeu Liminar á servidora, determinando que a gestão Daniel Alonso (PSDB) efetue o pagamento dela "até o 5° dia útil do mês seguinte vencido, sob pena de sequestro de verbas públicas, sem prejuízo da apuração da responsabilidade civil e criminal em caso de descumprimento".

O magistrado citou no despacho que a professora aposentada "está deixando de receber verba de caráter alimentar que deve ser paga pelo Ipremm e, com isso, está amargando severos prejuízos, inclusive com o risco concreto de atraso no cumprimento de obrigações financeiras".


41 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo