Buscar
  • Da redação

Deputado Vinícius diz que Daniel Alonso não cedeu espaço no centro da cidade e dificultou atendiment


Na gestão passada, a Carreta da Mamografia ficou estacionada ao lado do Terminal Urbano, facilitando o acesso das mulheres. Agora, ficou no estacionamento do Hospital das Clínicas

O deputado estadual Vinícius Camarinha (PSB), disse em entrevista à Rádio Jovem Pan, na manhã desta sexta-feira (25), que o o prefeito Daniel Alonso (PSDB) não cedeu espaço próximo ao Terminal Rodoviário Urbano para que a Carreta da Mamografia pudesse atender mulheres de Marília e região.

"Conseguimos junto ao Governo do Estado trazer a Carreta da Mamografia para Marília. Ali (próximo ao Terminal Urbano) seria o melhor local, mais centralizado, mas o prefeito infelizmente não cedeu espaço. Então, optamos pelo estacionamento do Hospital das Clínicas", afirmou o deputado.

A Carreta da Mamografia esteve em Marília em 2014 e ficou estacionada na esquina das Ruas 9 de Julho com a Avenida Ipiranga, ao lado do Terminal Urbano.

Prefeito Daniel Alonso não cedeu espaço no centro da cidade para a Carreta da Mamografia

ATENDIMENTOS

Dra. Paloma Nunes: "uma forma de facilitar o acesso e incentivar as mulheres a realizarem o exame"

Segue grande a procura de mulheres de Marília e região pela Carreta da Mamografia, "Mulheres de Peito", que começou a atender gratuitamente nesta terça-feira (22) e segue até o próximo dia 31, no estacionamento do Hospital das Clínicas de Marília. A iniciativa é da secretaria Estadual da Saúde e está em Marília atendendo solicitação do deputado estadual Vinícius Camarinha (PSB).

São cinquenta atendimentos por dia (segunda a sexta-feira, das 9h à 18h, e aos sábados, das 9h às 13h), através de distribuição de senhas, com as pacientes aguardando em uma sala onde recebem lanche e assistem filmes interativos.

Os exames de mamografia, para mulheres acima de 50 anos, são realizados de forma gratuita e sem a necessidade de pedido médico. Mulheres com idades de 35 a 49 anos também podem receber os atendimentos, porém, nesses casos, é necessária a apresentação do pedido médico da rede pública ou particular. Todas devem apresentar cartão do SUS e RG.

Os atendimentos vão ser realizados de segunda a sexta-feira, das 9h à 18h, e aos sábados, das 9h às 13h, exceto feriados. Para todos os casos, as mulheres devem apresentar o RG e o cartão do SUS.

A iniciativa da Secretaria de Saúde tem como objetivo ampliar o acesso e incentivar as mulheres a realizarem os procedimentos através do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o estado de São Paulo.

“Esta é uma forma de facilitar o acesso e incentivar as mulheres a realizarem o exame A mamografia realmente dá essa noção do câncer antes mesmo dele aumentar, de ficar em um tamanho que é mais difícil tratar”, explica Paloma Nunes, superintendente do Complexo Hospital das Clínicas/Famema.

Deputado Vinícius Camarinha conquistou a Carreta da Mamografia para atender gratuitamente

mulheres de Marília e toda região


O resultado do procedimento sai em até 48 horas após a realização do exame. As imagens captadas pelos mamógrafos são encaminhadas para o Serviço Estadual de Diagnóstico por Imagem (Sedi), serviço de Secretaria Estadual que emite laudos à distância na capital paulista.

As mulheres também podem agendar os exames de mamografia pelo telefone 0800 779 0000, pelo Programa de Prevenção da Saúde. Os procedimentos são marcados via central de vagas estaduais em mais de 200 serviços espalhados pelo estado. Para as mulheres dentro da faixa etária do programa, de 50 a 69 anos, também não há a necessidade de pedido médico.

Caso seja detectado algum problema, seja nos exames realizados nas carretas ou nos agendados via 0800, as mulheres são encaminhadas para acompanhamento e tratamento em um hospital de referência da rede estadual.