Buscar
  • Da redação

Podemos reúne lideranças e lança Camarinha como pré-candidato a prefeito de Marília. "Ganharemo


Camarinha assinou filiação no Podemos e lançou sua pré-candidatura a prefeito de Marília

Um encontro com auditório lotado e clima festivo marcou nesta sexta-feira (22) a filiação do ex-deputado Abelardo Camarinha ao Podemos. O ato festivo também ratificou a pré-candidatura dele a prefeito de Marília, no próximo ano.

O vereador de São Paulo e presidente estadual do Podemos, Mário Covas Neto e a deputada federal e presidente nacional do Partido, Renata Abreu, prestigiaram o evento, assim como o deputado estadual Vinícius Camarinha (PSB), diversas autoridades e lideranças políticas de Marília e região.

O senador Álvaro Dias tinha presença agendada no encontro, mas compromissos de última hora em Brasília o impediram de vir a Marília e outras cidades da região onde também tinha compromissos. Ele gravou um vídeo parabenizando Camarinha pela filiação ao Podemos.

Em seu discurso, Camarinha criticou a atual gestão de Daniel Alonso e apontou o que considera "uma administração desastrosa e altamente perversa contra o povo".

Auditório da Acim ficou completamente lotado

Senador Álvaro Dias: saúda Camarinha: "estaremos juntos na campanha eleitoral do próximo ano"

CASTIGANDO OS APOSENTADOS E ROMBO NO IPREMM

Lembrou do corte do vale-alimentação dos aposentados e viúvas do Ipremm e dos constantes atrasos de pagamentos dele pela atual gestão. "Os aposentados vêm sendo castigados e obrigados a entrar na Justiça para receber seus salários", disse Camarinha, que buscará seu quarto mandato como prefeito de Marília.

Ele também criticou o rombo de mais de R$ 110 milhões criado no Ipremm pelo atual prefeito. "Ele não pagou nenhuma das parcelas patronais ao Instituto desde que assumiu a Prefeitura, em 2017".

Vereadores Luiz Eduardo NardI, Danilo da Saúde e Galete também estiveram no lançamento da pré-candidatura de Camarinha a prefeito de Marília

PREJUÍZOS PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS

Camarinha falou sobre a medidas da atual gestão contra o servidores da ativa. "O Sindicato dos Servidores já apontou esse prefeito que está aí como o pior da história de Marília. Este ano houve até protestos e paralisação pela baixa reposição salarial. Além disso, o prefeito cortou as horas extras e outros benefícios da categoria, castigando principalmente os motoristas e as professoras, que não tiveram aumento de referência e corte de benefícios".

GOVERNO DESUMANO

O ex-deputado por cinco legislaturas também lamentou o fato do atual prefeito ter proibido as professoras e funcionários de escolas de se alimentar nesses locais. "Isso é desumano! Em nossas e em outras gestões isso nunca aconteceu e todos se alimentavam nas escolas".

O fato do prefeito ter cortado o sistema de plano de saúde da Unimed que existia para os servidores municipais também foi alvo de críticas por Camarinha. "A maioria dos servidores não teve mais como pagar o plano e isso acabou superlotando ainda mais as unidades de saúde".

EXECUÇÃO JUDICIAL DE MAIS DE 32 MIL CONTRIBUINTES

Camarinha lamentou também o fato de Daniel Alonso ter protestado judicialmente e em cartórios mais de 32 mil contribuintes de Marília.

"Pessoas humildes, desempregados e trabalhadores que fazem bico foram friamente executados pelo atual prefeito. Muitos passaram vexames por protestos em cartórios e impedidos de comprar no comércio. Com as execuções, altos juros, multas e taxas de cartório, muitas famílias viram suas pequenas dívidas virar grandes débitos e foram duramente penalizados pelo atual prefeito num momento tão difícil da economia".

Mário Covas Neto: " a liderança popular de Camarinha engrandece o Podemos"

Deputada Renata Abreu: "Marília voltará se desenvolver com Camarinha na Prefeitura"

AÇÕES NA JUSTIÇA, SUSPEITAS E CONDENAÇÃO

O ex-prefeito ainda destacou em seu discurso o fato de Daniel Alonso já ter batido recorde de ações por improbidade administrativa e danos aos cofres públicos. "Nunca um prefeito de Daniel teve tantos processos em tão pouco tempo de mandato, o que comprova a má gestão e falta de idoneidade moral dessa Administração. Entre a avalanche de processo, Daniel Alonso já foi condenado, com pedido de cassação de seu mandato, devolução de dinheiro aos cofres da Prefeitura e multas. Outras condenações desse prefeito que abandonou a periferia e não colocou remédios nos postos de saúde estão a caminho".

SÓ MAIS UM CARNAVAL

Camarinha agradeceu o maciço apoio de autoridades, lideranças de bairros e da população ao lançamento de sua pré-candidatura a prefeito. "Andando pelas rua, pelos bairros, temos sido muito bem recebidos, pois temos a maior folha de serviços prestados e obras da história de Marília. Em 90% dos bairros da cidade há uma obra do Camarinha. Só falta mais um carnaval para acabar o pesadelo da população com essa desastrosa e desumana gestão que está aí. A periferia, os trabalhadores levantam cedo e nos darão a vitória mais uma vez em 2020. Garanto que o prefeito Daniel Alonso vai perder até na urna que ele for votar", finalizou Camarinha.

Camarinha lamentou atos desumanos da atual administração:

"Ganharemos em todas as urnas"