Buscar
  • Jcnet - Bauru

Polícia prende ex-marido que matou mulher a facadas quando ela caminhava pela rua, na região


O homem de 30 anos suspeito de matar a ex-mulher a facadas na última sexta-feira (22), em Dois Córregos, foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira (26). Com prisão temporária decretada pela justiça por trinta dias a pedido do delegado Márcio Leandro Moretto, ele foi ouvido na delegacia e, posteriormente, encaminhado à uma unidade prisional da região.

A reportagem apurou que o investigado se chama Jeferson Pedro da Silva e estava escondido na casa de um familiar. Segundo o delegado, ele confessou o crime e alegou que não aceitava o fato da ex-mulher estar se relacionando com outra pessoa. O suspeito também revelou que usou um canivete para atingir a vítima. Até o fechamento desta edição, policiais civis faziam buscas pela arma, que não foi encontrada.

Michele de Godoy Patrício, de 30 anos, foi morta por volta das 11h no cruzamento da avenida Bauru com a rua Rio Claro, no Jardim Paulista. Desde o dia do crime, a polícia tinha como principal suspeito o ex-marido dela, contra o qual a vítima possuía uma medida protetiva.

Segundo registro policial, moradores do bairro ouviram gritos de socorro vindos do cruzamento e avistaram Michele caída no chão com duas perfurações, no abdômen e tórax. Ontem, a polícia confirmou um terceiro ferimento. Ela chegou a ser socorrida, mas morreu antes de dar entrada na Santa Casa da cidade.

Como no local do crime nenhuma testemunha presenciou a vítima sendo esfaqueada e, naquela área, não existem câmeras de segurança, o caso foi registrado pela Polícia Civil como homicídio. Com a confissão de Jeferson, o caso, apurado por meio de inquérito policial, passa a ser tratado como feminicídio.






80 visualizações0 comentário