Buscar
  • Da redação

Câmara votará contas do ex-prefeito Vinícius, na sessão desta segunda-feira. "Devemos respeitar


A Câmara de Marília votará na última sessão ordinária desta segunda-feira (9), a última do ano, as contas do ex-prefeito Vinícius Camarinha (PSB), referentes ao exercício de 2015.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou as referidas contas, mas a Comissão de Finanças, Orçamento e Servidor Público da Câmara criou um parecer contrário, ou seja, pela rejeição delas.

A matéria deveria ter sido votada em agosto passado, mas alegando o fato do ex-prefeito não ter sido notificado para defesa, o presidente do Legislativo, Marcos Rezende (PSD) decidiu pelo adiamento da votação.

Um Edital publicou no Diário Oficial do Município no último dia 21 divulgou o agendamento da votação e a intimação do ex-prefeito para apresentar defesa.

Para que o projeto de rejeição das contas do ex-prefeito seja aprovado, são necessários 2/3 dos vereadores, ou seja, 9 dos 13 edis têm que votar a favor do projeto.

Pelos levantamentos de bastidores e tendências políticas do Legislativo, cinco vereadores votarão contra o referido projeto: Luiz Nardi (PR), Danilo da Saúde (PHS), Maurício Roberto (PP), Marcos Custódio (PSC) e José Carlos Albuquerque (PRB).

"DEVEMOS RESPEITAR O PARECER DO TRIBUNAL"

Albuquerque se tornou líder do prefeito Daniel Alonso (PSDB) na semana passada. "Entendo as divergências políticas entre o ex e o atual prefeito e não vou me envolver nessa briga política. O fato de eu ser o líder do prefeito não muda em nada o meu posicionamento, sempre tive uma admiração muito boa pela família Camarinha. Não estou votando a favor do deputado, mas a favor da decisão do Tribunal de Contas, que deu o parecer favorável ás contas dele e não condenou o deputado", disse Albuquerque ao JP. "Existe uma notória disputa política das partes, mas devemos respeitar o parecer favorável do Tribunal", concluiu o vereador.





66 visualizações0 comentário