Buscar
  • Da redação

Acusado de matar travesti em motel é liberado pela Justiça. Disse que foi a primeira vez que saiu co


A travesti Marcelle foi assassinada por asfixia no motel


O representante comercial Leonardo Cafer Júnior, de 44 anos, residente em Oriente, acusado de matar Rafael Felipe Aparecido Moreira, de 23 anos, uma travesti que usava o nome social de Marcelle Brandina, na noite do último dia 10, foi liberado pela Justiça.

Ele havia sido preso em flagrante pela Delegacia de Investigações Gerais, (DIG), no dia seguinte. A Justiça acatou pedido da defesa do assassino, sob argumentos que ele possui endereço fixo, ocupação e é réu primário. O processo segue e caso condenado, o acusado poderá pegar até trinta anos de cadeia por homicídio e ocultação de cadáver.

O homem é casado e tem duas filhas menores. Ao ser preso, ele carregava uma corda no momento da prisão e disse que "fez uma loucura" e pretendia se suicidar.

O crime aconteceu em um motel na cidade de Vera Cruz. O delegado disse ao JP que o acusado confessou o assassinato e afirmou que foi a primeira vez que saiu com a vítima.

Relatou que combinou pagar R$ 100 pelo programa sexual, mas não manteve relações com a travesti. Disse que a vítima exigia mais R$ 500 para não revelar o encontro deles em redes sociais. Houve luta corporal entre ambos e o acusado apresentada alguns arranhões pelo corpo.

Delegado titular da DIG, Valdir Tramontini: trabalho eficiente e esclarecimento rápido do caso

O acusado, que é praticante de artes marciais, deu um golpe mata-leão na travesti e em seguida a matou por asfixia. Colocou o corpo em seu carro e o desovou às margens da SP-333 (Rodovia Marília a Assis) próximo ao Boteco da Luzia.

O corpo da travesti foi encontrado ontem por um morador rural que foi apanhar mangas no local. Antes do corpo, ele achou um celular iphone no local, levou pra casa e carregou na tomada. Em seguida, recebeu um ligação de pessoa perguntando sobre Marcelle, que havia saído para um programa em motel e não retornou.

O assassino contou que após desovar o corpo no local, foi para sua casa. Tempos depois, pegou um mototáxi e foi até as proximidades do motel, onde a vítima havia deixado o carro dela. Pegou o veículo e o abandonou em frente a sede do SAMU, em Marília e foi para Oriente.




1,887 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo