Buscar
  • Da redação

Empresas de ônibus devem pedir novo reajuste de tarifas. Brutal aumento de quase R$ 1 foi decretado


As empresas de ônibus Grande Marília e Sorriso de Marília devem protocolar este mês novo pedido de aumento de tarifas. O índice médio deve ser em torno de 10% ou R$ 0,40 de reajuste.

O que mais assombra os usuários é que no ano passado, na calada da noite e na véspera do início do carnaval, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) anunciou um brutal reajuste de quase R$ 1 nas tarifas de ônibus, que passaram de R$ 3 para R$ 3,80.

Foi o maior reajuste de tarifas de ônibus em uma única paulada, castigando estudantes, diaristas, trabalhadores e usuários em geral. Isso depos do Terminal Urbano ficar quase um ano aberto, com a população pagando passagens em dobro.

AÇÃO JUDICIAL MANDOU ANULAR O BRUTAL REAJUSTE

Houve uma Ação Popular de Violação aos Princípios Administrativos, pedindo a anulação do brutal aumento de quase R$ 1 nas tarifas de ônibus.

Em setembro passado, uma decisão liminar do juiz da Vara da Fazenda Pública de Marília, Walmir Idalêncio dos Santos Cruz, derrubou o abusivo aumento que beneficiou as famigeradas empresas Grande Marília e Sorriso de Marília, que prestam maus serviços à população. Mas, as empresas recorreram ao tribunal de Justiça e conseguiram manter o brutal aumento decretado pelo prefeito.

Foi determinada ainda uma perícia judicial para “prova pericial (…) de quebra do equilíbrio econômico-financeiro do contrato” com as empresas. A não participação do Ministério Público na Ação também foi avocada pelo juiz. A tal perícia até hoje não foi concluída!

PREFEITO TAMBÉM AUMENTOU TARIFAS NOS DISTRITOS

Além dos ônibus urbanos, Daniel Alonso também determinou aumento de absurdos R$ 1,50 nas tarifas de ônibus que servem os Distritos de Avencas e Rosália, assolando os moradores, estudantes e produtores rurais dessas localidades. Na semana passada, a criação de uma nova taxa para transporte de Uber em Marília também encareceu esse tipo de transporte popular em Marília.

EMPRESAS GANHARAM AUMENTOS E VANTAGENS.

O POVO SE LASCOU!

Ao autorizar o absurdo novo aumento de quase 30% nas tarifas de ônibus para as famigeradas empresas Grande Marília e Sorriso de Marília o prefeito Daniel AlonsO "justificou" que as tais empresas estão há quatro anos sem benefícios.

Mentira! Além de aumentos de tarifas na gestão passada, de Vinícius Camarinha, as empresas ganharam isenção de ISS (Imposto Sobre Serviços), vantagem que é muito melhor para as empresas do que reajuste de tarifas, já que, com a isenção, elas deixaram de pagar milhões em impostos. Dinheiro que poderia ter sido investido em benefício da população. Também demitiram quase 300 cobradores, sobrecarregando os motoristas que são obrigados a dirigir e cobrar tarifas, atrasando os percursos e criando mais riscos de acidentes.

Estudantes também foram prejudicados pelas empresas, Com autorização da gestão Daniel Alonso, as empresas de ônibus Grande Marília e Sorriso de Marília prejudicaram os estudantes determinando que eles só podem utilizar o desconto de 50% nas tarifas no período em que estão matriculados e durante dias letivos.

Além disso, são apenas dois passes por dia, o que prejudica os estudantes que fazem atividades extra classe, como pesquisas e trabalhos em bibliotecas ou que frequentam, por exemplo, cursos complementares, como de idiomas.Alunos de cursos técnicos também perderam o benefício e passaram a não ter nenhum desconto. Alguns alunos que entraram com ações na Justiça obtiveram direito à pagar meia tarifa nos ônibus urbanos.







271 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo