Buscar
  • Da redsção

ASSOLANDO OS BOLSOS: Governo divulga tarifas de 7 pedágios na SP-294 que vão castigar Marília e regi


Governo Doria (PSDB) entrega Rodovia Marília a Bauru duplicada, prontinha para as concessionárias castigarem os usuários com pedágios

Ainda no primeiro semestre deste ano, segundo a Artesp (Agência de Transportes do Governo do Estado) serão assinados os contratos com as concessionárias e em seguida as instalações de 7 praças de pedágios na SP-294 (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros) nos trechos entre Marília e Bauru (2 praças) e Marília a Panorama (5 praças).

O governador João Doria (PSDB) acelerou a instalação dos pedágios no ano passado, ignorando fortes protestos de diversos segmentos da comunidade de Marília e cidades da região castigadas com esses "presentes de grego".

PEDÁGIO ENCHE OS COFRES DA PREFEITURA DE MARÍLIA

Ao contrário da maioria da população, o prefeito Daniel Alonso (PSDB) nunca se posicionou contra a instalação do pedágio na SP-333 (próximo ao Distrito de Rosália) em Marília.

O motivo desse apoio ao pedágio está se revelando em arrecadação para os cofres da Prefeitura. Esta semana, a Concessionária Entrevias (que administra os pedágios na SP-333) divulgou ter pago R$ 16 milhões em ISS para Prefeituras da região, fruto de cobranças dos pedágios.

ESTIMATIVA DE R$ 2,5 MILHÕES

E a Prefeitura de Marília foi a que mais se beneficiou com isso. De agosto de 2018 (quando entrou em operação o pedágio) até o final do mandato de Daniel Alonso (em dezembro deste ano ele deixará o cargo) os cofres da Prefeitura estão sendo recheados com cerca de R$ 2,5 milhões, com recursos do pedágio. A Entrevias arrecadou cerca de R$ 21 millhões com pedágios na SP-333, de agotso de 2018 até o final do ano passado.

PREFEITO FORA DAS AUDIÊNCIAS PÚBLICAS

Enquanto a maior parte da população de lideranças de diversos segmentos da sociedade se organizavam no ano passado em atos de manifestações contra a instalação de 7 novas praças de pedágios na SP-294 (entre Marília e Panorama e Marília e Bauru), o prefeito Daniel Alonso ficou do lado do governador João Doria (PSDB), autor dos presentes de grego para a região.

Alonso não participou de audiências públicas da Artesp (órgão do Governo do Estado) onde a maioria abosluta dos presentes era contra a instalação desses novos pedágios. Também não foi em uma reunião de lideranças convocada pela Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim) para manifesto de repúdio aos novos pedágios, que vão encarecer os transportes de carga e serviços, tarifas de ônibus e transportes de estudantes e trabalhadores em geral.

Alonso esteve, sim, em audiência na sede da Artesp, em São Paulo, onde os participantes defendiam as instalações de novos pedágios na SP-294.

TARIFAS DOS PEDÁGIOS NA SP-294 - REGIÃO DE MARÍLIA

SP-294 | km 367 | Bauru - R$ 8,87

SP-294 | km 426 | Marília - R$ 8

SP-294 | km 477 | Pompéia - R$ 8,13

SP-294 | km 551 | Iacri - R$ 7,79

SP-294 | km 581 | Oswaldo Cruz - R$ 5,43

SP-294 | km 623 | Junqueirópolis - R$ 6,04

SP-294 | km 668 | Dracena - R$ 4,63


42 visualizações0 comentário