Buscar
  • Da redação

Vereadores ausentes questionam legalidade da sessão extraordinária da Câmara nesta terça-feira. Reze


Mensagens de whatsapp recebidas e encaminhadas pelo vereador João do Bar

Alguns vereadores que não compareceram à sessão extraordinária realizada na Câmara e Marília na tarde desta terça-feira (31), estão questionando a legalidade da transmissão da mesma ao vivo pela TV Câmara, apenas com a presença de quatro vereadores. O quórum necessário para realização da mesma era de pelo menos sete parlamentares.

Houve manifestações de três dos quatro vereadores presentes em plenário por cerca de 1h30. Ao final da fala dos vereadores Cícero do Ceasa e professora Daniela, além da dele mesmo, o presidente da Casa, Marcos Rezende, declarou "encerrada a sessão extraordinária". Danilo da Saúde também estava presente, mas não usou da palavra.

O vereador João do Bar, que compõe a Mesa Diretora do Legislativo, recebeu e reenviou uma mensagem via Whatsapp, de um vereador não identificado por ele. dizendo: "1h30 de sessão ilegal. Clandestina sem nossa legítima e legal presença. Tem que tirar o Rezende da presidência vocês podem fazer isso".

PROCESSO DEMOCRÁTICO

Rezende disse ao JP que convocou a sessão extraordinária mediante notificação pessoal de cada vereador por servidor da Câmara, abriu a sessão em plenário às 16h e como não tinha quórum, aguardou regimentalmente mais quinze minutos. Como não apareceram vereadores para dar quórum, ele abriu a palavra aos vereadores presentes.

"Eu não poderia, dentro do processo democrático, tolher a palavra dos vereadores presentes em plenário, Eles tinham o direito de se manifestar. O vereador Custódio se manifestou em grupo de whatsapp sobre isso (legalidade da sessão). Pode ir para a Justiça. Não abrirei mão em hipótese alguma de defender os servidores públicos que há vinte anos reivindicam esse Plano..Convocamos a sessão, acionamos os servidores (a Câmara está em quarentena), preparamos a TV Câmara e eles não apareceram, infelizmente", afirmou Rezende.

AGUARDANDO CONTATOS

O presidente da Casa disse que está aguardando contatos dos vereadores que boicotaram a sessão extraordinária desta terça-feira, para que possa convocar uma nova sessão nesta quarta-feira (1°).

"Se quatro dos seis ausentes sem justificativas aceitarem o diálogo, entrarem em contato comigo por telefone ou whatsapp e confirmarem a presença em plenário, eu convocarei a nova sessão extraordinária amanã. Podem me ligar hoje ou a noite ou a partir das 6h30 de amanhã", disse.

Rezende lembrou que esta quarta-feira é o último dia de prazo para realizar sessão e aprovar as matérias dos Planos de Carreira, pelos prazos legais da legislação eleitoral.

"Faço um apelo para que os vereadores tomem esta decisão e possamos aprovar os Planos", completou.







55 visualizações0 comentário