Buscar
  • Assessoria

UPA da Zona Norte ultrapassa 430 mil pacientes atendidos e obtém 85% de satisfação


Unidade de Pronto Atendimento localizada na zona Norte de Marília se destaca por contar com atendimento clínico, pediátrico e odontológico 24h, e ortopédico das 7h às 22h e ter perfeita integração entre HBU, HC, município, Samu e

Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros

Em maio a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da zona Norte de Marília completou quatro anos de funcionamento em Marília. Ao longo desse período, a unidade vem se destacando pela excelência no atendimento, com estrutura de mini hospital, com serviços que atendem às necessidades do público que procura o local.

Contando com atendimento de pediatria e odontologia 24h por dia e ortopedia das 7h às 22h, além de todos os serviços prestados aos pacientes, a UPA da zona Norte atingiu o nível de qualidade reconhecido por 85% da população que já passou pelo local.

Para o diretor técnico da unidade, João Paulo Pilon, o maior destaque da estrutura que tem a gestão do HBU (Hospital Beneficente Unimar), mantido pela ABHU (Associação Beneficente Unimar) é a estrutura disponível e corpo de profissionais, sempre atualizados.

Pilon fez questão de ressaltar a estrutura montada na UPA da zona Norte no período da pandemia de covid-19. “A exemplo do HBU, nós também dividimos a UPA em duas, com as áreas ‘Branca’ e ‘Roxa’, sendo que esta última totalmente dedicada aos pacientes com suspeita de covid-19”, relatou.

Conforme o médico, a UPA foi totalmente reestruturada em termos de espaço físico e de atendimento. “Todos os pacientes com queixa respiratória recebem uma triagem específica e cuidados adicionais, com isolamento do fluxo convencional”, destacou. A unidade já recebeu 272 pessoas com esse perfil.

Segundo dados divulgados pela instituição, em abril foram atendidas 123 pessoas na área ‘Roxa’, enquanto que em maio foram 149 (até o dia 28/05). “A UPA está na linha de frente no enfrentamento da covid-19, atendendo sintomáticos e assintomáticos, diante da suspeita pelo contato com pacientes suspeitos”, explicou Márcia Mesquita Serva Reis, superintendente da ABHU.

Pilon apontou ainda que a UPA Norte também realizou campanhas para arrecadar doações de materiais como máscaras de tecido e TNT, aventais descartáveis confeccionados em TNT, álcool 70% em gel e líquido, face shield, óculos de proteção, entre outros itens. “Diante dessa pandemia, nosso trabalho dentro da UPA foi dividido em duas frentes, a convencional e a do código roxo, com uma área separada e exclusiva para as pessoas com sintomas gripais, sempre com foco em um atendimento humanizado, mas com toda a segurança necessária para todos”, explicou Pilon.

O diretor relatou ainda que, ao se deparar com um paciente com suspeita de covid-19, tem início todo protocolo de reconhecimento e atendimento ao paciente. “Se os sintomas são leves, ele é atendido, orientado a ficar em isolamento domiciliar e a Vigilância Epidemiológica é notificada. Caso o quadro seja de internação, o paciente é encaminhado ao hospital, também com a notificação à VE. Sendo um serviço de urgência e emergência, de porte 3, temos sala de emergência bem equipada para as mais diversas situações, incluindo as críticas e instáveis”, frisou o diretor.

Integração UPA + HBU + Samu é fundamental

Diretor técnico da UPA zona Norte, João Paulo Pilon ressaltou a completa integração existente entre a UPA Norte, o HBU e o Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que permite um atendimento amplo aos pacientes que procuram a instituição. Conforme o diretor, a UPA é habilitada e qualificada pelo Ministério da Saúde para urgências e emergências de média complexidade. Além de ser referência municipal em ortopedia.

A unidade funciona 24h, todos os dias da semana, com equipe assistencial multiprofissional qualificada e compatível com as necessidades de atendimento de cada localidade. As especialidades da UPA incluem clínica médica, pediatria e ortopedia, além de odontologia e serviço social. Tem um laboratório de análises clínicas, serviço de Raio-X e faz também eletrocardiograma.

Apesar de estar localizada na zona Norte (rua João Caliman, 110 – Parque das Nações), a UPA Norte é voltada ao atendimento da população total de Marília. “A UPA de Marília é a de porte 3, o que significa que é o que há de mais moderno e melhor entre as UPAs”, ressaltou Pilon.

Para o diretor, a gestão deve ser destacada, além da estrutura física e da equipe de profissionais. “A população conta com um atendimento de excelência na UPA, com profissionais especializados e gabaritados”. Com 100% dos serviços voltados ao SUS (Sistema Único de Saúde) a UPA se tornou uma grande porta de entrada do HBU. “Nesses quatro anos conseguimos a parceria com o município para que os pacientes de urgência de média complexidade pudessem ser tratados no HBU. Antes essa porta de entrada não existia. Com isso, contribuímos também com o Hospital das Clínicas, numa aproximação entre os serviços”, destacou a superintendente do HBU e ABHU, Márcia Mesquita Serva Reis.




3 visualizações0 comentário