Buscar
  • Da redação

HOMENAGEM: jornalista Célio Silva dará nome à praça na Zona Sul de Marília


O jornalista Célio José da Silva Filho dará nome à uma praça localizada entre as Ruas Sebastião Mazalli e Antonio Trevelin, (em frente a Emei Sementinha) no Bairro Teotônio Vilela, na Zona Sul de Marília. A proposta foi aprovada por unanimidade pela Câmara de Marília através de Projeto de Lei da vereadora professora Daniela.

"Uma justa homenagem a um profissional e grande amigo que se projetou na imprensa e foi uma pessoal incrível, que veio da base mais simples e conseguiu vencer na vida com muito esforço, trabalho e dedicação", disse a vereadora.

Celinho, como era chamado, deixou uma legião de amigos e um legado de companheirismo e lealdade, com alegria e otimismo que sempre marcaram sua presença e o fizeram uma pessoa tão especial na vida de todos que tiveram a oportunidade de conviver com ele.

Célio Silva faleceu de infarto no dia 28 de dezembro do ano passado, aos 52 anos de idade. Ele atuou em diversos jornais e rádios de Marília, até se projetar como assessor da Federação de Hotéis do Estado de São Paulo (Fethoresp), onde vinha atuando como assessor de imprensa e apresentador de programa de debates esportivos na tv do Sindicato da categoria (Sinthoresp)

TRAJETÓRIA

Filho do bombeiro Célio José da Silva e da doméstica Maria Aparecida da Silva (ambos in memorian), Célio José da Silva Filho nasceu no dia 8 de junho de 1968, na cidade de Campinas (SP). Faleceu no dia 27 de dezembro de 2019 na cidade de Bragança Paulista.

Deixou os irmãos Célia Beatriz. Celi Elizabeth, Celísio José, Celeste Aparecida, Celino José (in memoriam) e Celísia Aparecida (Isa Silva). Frutos de dois casamentos, Célio José da Silva Filho deixou três filhos: Célio Jose da Silva Neto, de 29 anos, Victoria Cristina Piassa da Silva, de 21 anos e Victor Hugo da Costa e Silva, de 13 anos, além de uma neta, Lara.

Em Marília, estudou nas Escolas Estaduais António Augusto Netto e Jose Alfredo de Almeida.

Iniciou suas atividades nos meios de comunicação em Marília aos 13 anos, como entregador do Jornal Folha de São Paulo e depois no Jornal do Comércio. Também foi chefe de jornaleiros no Diário Marília Notícias.

Em meados de 1985, começou a atuar na redação do Jornal do Comércio, cobrindo a área de esportes e escrevendo coluna do setor denominada "Tocando Leve", onde focava especialmente o esporte amador (várzea).

Dedicado na profissão, começou a atuar também em programas esportivos na Rádio 950. Célio Silva, como era chamado, atuou ainda na redação do Jornal da Manhã e do Jornal Gazeta Popular (que se tornaria o hoje Jornal do Povo).

O jornalista se tornou referência na comunicação esportiva em Marília, pelo jeito peculiar e a irreverência como redigia e narrava os assuntos da área nos veículos de comunicação onde atuou. Fez uma legião de amigos e admiradores por onde passou.

No início da década de 90, o jornalista Célio Silva abriu um novo panorama em sua carreira, assumindo o setor de comunicação do Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de São Paulo e Região (Sinthoresp).

Com a mesma dedicação, seriedade e empenho. estendeu seu trabalho para diversos outros Sindicatos e entidades do setor em vários estados brasileiros. Notabilizou-se como integrante da luta sindical, participando de congressos e movimentos dos trabalhadores do setor hoteleiro, além de organizar eventos voltados ao lazer e integração da categoria hoteleira.

Sempre foi um entusiasta da inovação no sistema de comunicação segmentada. No ano de 2019, iniciou sua participação como produtor e âncora do Programa Hoteleirão em Debate, na TV Sinthoresp, além de narrar as transmissões dos jogos de futebol do Campeonato Hoteleiro, promovido pelo Sindicato na Capital Paulista.

Em constante ascensão na carreira jornalística, Célio Silva tornou-se referência na profissão. Infelizmente, vítima de um infarto, faleceu precocemente, aos 52 anos, no dia 27 de dezembro de 2019, deixando muitas saudades aos familiares e amigos e um legado de caráter, lealdade e dedicação profissional.









22 visualizações0 comentário