Buscar
  • Redação

Professor não paga fiança de R$ 3 mil e é preso por violência doméstica. Ele foi à CPJ com álibi, ma


Confusão entre um casal em apartamento de condomínio na Zona Oeste de Marília, na noite desta quinta-feira (18), terminou com um homem preso. Tudo começou quando um professor de 27 anos compareceu à CPJ, por volta das 23h, relatando que estava com sua ex-namorada em seu apartamento, quando ela, uma servidora pública estadual de 28 anos, escorregou, caiu e bateu a cabeça no chão.

O escorregão, segundo ele, foi quando ela tentou pegar o aparelho celular dela que estava nas mãos dele. Momentos antes, eles estavam bebendo, quando ela foi ao banheiro. Chegou uma mensagem no whatsapp do celular dela e o professor viu que era pessoa estranha, considerou uma traição e continuou a conversa.

Ao retornar do banheiro, a mulher tentou pegar o aparelho e houve a queda, segundo ele. Disse que em seguida, a moça saiu do apartamento, pegou a motocicleta que usava e foi embora, deixando o celular com ele.

A estranha história do professor começou a cair por terra quando a moça chegou à CPJ, acompanhada do pai e apresentando ferimentos na cabeça e nas costas. Relatou que havia ido ao apartamento dele para conversar e tomavam cerveja, quando ela foi ao banheiro.

Confirmou a versão da mensagem recebida e disse que o ex-namorado se recusou a entregar o seu celular, a empurrou e quando ela caiu no chão, ele ainda bateu a cabeça dela contra o piso, além de proferir ofensas e ameças de morte.

A moça relatou ao delegado plantonista que pretendia representar contra o ex-namorado. Diante disso, o delegado plantonista deu voz de prisão em flagrante ao professor por violência doméstica e arbitrou fiança de R$ 3 mil a qual não foi paga e ele permaneceu preso.









43 visualizações
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo