Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

Silvio Harada vai abrir mão de convocação e Samuel da Farmácia deverá assumir o lugar da vereadora D

Harada vai recusar convocação e Samuel da Farmácia deverá estar na sessão camarária da próxima segunda-feira

O suplente da vereadora professora Daniela Alves (PL), empresário Silvio Harada, disse ao JP nesta quinta-feira (27) que ainda não recebeu convocação oficial para participar da sessão camarária da próxima segunda-feira (31), quando será votado o pedido de abertura de Comissão Processante contra a referida vereadora e o prefeito Daniel Alonso (PSDB).

Como a vereadora, pelo Regime Interno, está impedida de votar a questão, a presidência da Câmara informou em Nota, ontem, que será convocado o suplente Harada, que exerceu o cargo de vereador na legislatura passada e obteve que obteve 1.962 votos nas eleições de 2016.

"Não acho justo eu participar de uma votação dessa, onde eu teria um interesse direto,,obviamente, por ser o suplente da vereadora. Se receber a convocação, vou abrir mão e deixar que a Câmara convoque o próximo suplente", disse Harada.

Depois dele, está o suplente e também ex-vereador Samuel da Farmácia, que obteve 1.477 votos e deverá ser convocado para a próxima sessão.

SAMUEL VAI ASSUMIR

O empresário Samuel da Farmácia disse ao JP que vai comparecer à sessão camarária da próxima segunda-feira, caso seja convocado.

Não adiantou qual seria seu voto sobre o pedido de abertura da CP. "Precisaria, neste caso, analisar o teor do pedido", explicou.

MUDANÇA DE PARTIDO

Silvio Harada disputou a eleição de 2016 pelo extinto PR (que virou o atual PL). O partido integrou a frente de apoio ao então prefeito e candidato à reeleição, Vinícius Camarinha (PSB). Harada mudou para o Progressistas este ano, durante a chamada "janela partidária" (período em que a Justiça Eleitoral permite a mudança sem a perda da cadeira ou direito de suplência).

Samuel da Farmácia também mudou do PL para o Podemos, no mesmo período. Já a vereadora Daniela se manteve no PL e manteve apoio aberto ao prefeito Daniel Alonso (PSDB).


NOTA DA CÂMARA NESTA QUARTA-FEIRA (26)

"A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Marília convocará o suplente do Partido Liberal (antigo Partido da República) para votar o pedido de instauração de apuração de quebra de decoro parlamentar apresentado pelo advogado de São Paulo contra a vereadora Professora Daniela (PL), atual terceira-secretária do Poder Legislativo.

De acordo com as informações do presidente Marcos Rezende (PSD), a convocação respeita a legislação, uma vez que a parlamentar alvo de pedidos semelhantes tem vetada a sua manifestação e, para alcançar o quórum de 13 cadeiras legislativas, se faz necessária a convocação do suplente.

“O suplente desta cadeira é o engenheiro agrônomo Silvio Harada”, comunicou o presidente do Poder Legislativo. O engenheiro Silvio Harada exerceu a vereança na Legislatura anterior, de 2013 a 2016.

O pedido de quebra de decoro apresentado pelo advogado de São Paulo se baseia em abordagem policial envolvendo o veículo de propriedade da família da vereadora Professora Daniela e um telefonema que a tenente-coronel Márcia Crystal, comandante do 9º Batalhão de Polícia Miliar do Interior, fez para o policial que conduziu a abordagem. A votação do pedido de investigação será realizada na Sessão Ordinária da segunda-feira, dia 31 de agosto, durante a Ordem do Dia".








49 visualizações0 comentário