Buscar
  • JCNET

Família de policial federal baleado e morto por bandidos na região receberá R$ 150 mil de indenizaçã

O Tribunal Regional Federal (TRF-3) condenou a União a pagar R$ 150 mil de indenização à família do policial federal de Bauru Fábio Ricardo Paiva Luciano, que morreu atingido por um tiro de fuzil, na noite de 25 de setembro de 2013, durante troca de tiros com criminosos, em operação de combate ao tráfico de drogas realizada em pista de pouso clandestina em um canavial em Bocaina. Na ocasião, o avião que foi usado no transporte das drogas caiu e pegou fogo.

A família do agente ingressou com pedido de indenização por danos materiais e morais alegando que a Polícia Federal não teria fornecido equipamentos adequados para o trabalho dele, como colete para fuzil e material para visão noturna, além de não ter repassado a ele informações sobre elevado risco da operação.

Em primeira instância, a Justiça Federal condenou a União a pagar indenização de R$ 100 mil, por danos morais, aos pais e ao irmão de Paiva Luciano, afastando a condenação por danos materiais. Os autores e a União recorreram e, em segunda instância, a indenização por danos morais foi fixada em R$ 150 mil.

Em nota, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que a União ainda não foi intimada da decisão. Já a Polícia Federal (PF) não havia respondido questionamento da reportagem até o fechamento desta edição. Na esfera criminal, em agosto de 2019, cinco homens que participaram da ação foram condenados por júri popular a 36 anos e 4 meses de prisão por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado.

12 visualizações0 comentário