Buscar
  • J. POVO- MARÍLIA

TCE aponta que Câmara de Marília aumentou gastos. Rezende cita contratações de mais comissionados, c


A Câmara de Marília aumentou os gastos no período de um ano. Entre maio de 2019 e abril deste ano, os valores somam R$ 14,1 milhões. Entre 2018 e 2019, foram gastos R$ 12,35 milhões. O valor per capita (por cidadão) entre 2019 e 2020 subiu para R$ 59,19. No período anterior, foi de R$ 52,01. Os dados estão no Mapa das Câmaras Municipais do Estado, elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Na atual Legislatura, cada um dos treze vereadores custa quase R$ 4 milhões aos cofres públicos, entre salários e estrutura com recursos humanos e materiais. No início de 2019, o presidente da Câmara, Marcos Rezende (PSD) que havia sido eleito para o cargo há dois meses, criou 14 novos cargos comissionados, sendo um segundo assessor para cada vereador, além de mais um cargo na presidência, com salários em torno de R$ 5 mil mensais e benefícios. Também adquiriu novos veículos e promoveu reformas no prédio. Fatores que aumentaram os gastos do Legislativo mariliense.

Este ano, a Câmara já recebeu cerca de R$ 12 milhões dos aproximadamente R$ 19 milhões previstos em repasses obrigatórios da Prefeitura (o chamado duodécimo). Devolveu R$ 1,4 milhão para auxílio por conta da pandemia do coronavírus.

CARGOS COMISSIONADOS, EQUIPAMENTOS E REFORMAS

Rezende afirmou ao JP que "justifica-se esse aumento de gastos no aumento do número de assessores, que significa que a demanda da população será atendida mais rapidamente. E também investimentos em reformas e melhorias nos Gabinetes e TV Câmara".

Acrescentou que "toda a operacionalidade da Câmara melhorou, carros novos, mais assessores para atender a população, hoje temos uma sala de reunião e biblioteca lindas, modernas, capazes de atender ao público em geral e aos vereadores; temos uma nova recepção, totalmente remodelada, melhorando o atendimento da comunidade que precisa ir à Câmara Municipal".

Rezende apontou ainda que "o quadro de servidores efetivos foi mais valorizado; com novas contratações de servidores efetivos para melhor atender à demanda dos trabalhos dos vereadores e a própria comunidade; a TV Câmara com equipamentos de ponta. São 4 novas câmeras robóticas para o Plenário, duas novas ilhas de edição, notebooks novos, com softwares e tecnologia moderna; um sistema que possibilita a transmissão de matérias ao vivo, de qualquer lugar da cidade, oferecendo mais transparência e acesso da população ao trabalho dos vereadores da Câmara Municipal (mochilink); aquisição de Tablet e outros materiais para o trabalho de preservação e higienização de todo o acervo da Biblioteca. Além da aquisição de computadores e impressoras para os gabinetes dos vereadores".












19 visualizações0 comentário