Buscar
  • Agâncias

Homem mata cunhado com trinta facadas e filho assassina pai com facada no pescoço, na região


Um homem de 49 anos foi morto com trinta facadas na noite deste sábado (19) em Botucatu. Segundo a Guarda Civil Municipal (GCM), o cunhado da vítima, que não teve a identidade divulgada, confessou o crime e foi preso.

O homicídio foi registrado no bairro Cohab 3, na casa da vítima, identificada como Natal Alves Aragão. A ocorrência foi atendida pela GCM, que localizou o corpo do morador ao lado de uma escada e de uma faca.

Na residência, também estava o cunhado, que inicialmente negou o crime, mas depois teria confessado. O delegado Fernando César dos Reis esteve no local junto com a Polícia Científica, que encontrou, sob um armário no quarto, uma toalha, uma cueca, uma bermuda, uma camisa e meias todas impregnadas de sangue.

O suspeito também possuía lesões nas mãos. Diante das evidências, ainda de acordo com a GCM, ele assumiu a autoria do homicídio, alegando ter agido por vingança, por ter sofrido maus-tratos e humilhações por parte da vítima.

O homem foi preso em flagrante por homicídio qualificado. Depois de ser conduzido ao pronto-socorro para receber atendimento médico, ele foi encaminhado à Cadeia Pública de Itatinga.

FILHO MATA O PAI COM GOLPE DE FACA NO PESCOÇO. FOI LIBERADO

Um jovem de 18 anos foi detido suspeito de matar o pai, um vigilante de 46 anos, a facada na noite deste sábado (19), no bairro Bom Sucesso, em São José do Rio Preto.

A polícia foi chamada, mas quando chegou na casa, que fica na zona rural da cidade, a vítima já estava morta. O suspeito fugiu da residência e foi encontrado pela Polícia Militar na UPA Norte com um corte na mão esquerda.

De acordo com o boletim de ocorrência, o rapaz disse à polícia que os dois discutiram, foi atacado pelo pai e usou a faca para se defender. O homem foi golpeado no pescoço.

Vizinhos relataram aos policiais que ouviram a discussão dos dois e depois teriam visto o jovem correndo pelo bairro com um pano enrolado na mão esquerda.

O rapaz foi encaminhado para a delegacia da cidade, onde foi ouvido e liberado após a polícia entender que se tratava de um caso de legítima defesa.

Ele não tinha passagem pela Polícia e pode responder por homicídio em liberdade, por se tratar de legítima defesa. O caso será investigado pela Polícia Civil.

44 visualizações0 comentário
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
whatsapp-logo-vector.png
Chama no Zap!

© 2017 por "JP. Povo

Anuncie aqui!!!
14 99797-5612